A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

10/07/2012 11:49

Arroyo diz na Assembleia que União faz agiotagem ao cobrar dívida de MS

Aline dos Santos e Fabiano Arruda

Ele defende que o comprometimento da receita estadual caia para 9%, com economia de R$ 300 milhões por ano

O deputado Antônio Carlos Arroyo, que acusou União de agiotagem hoje na Assembleia. (Foto: Giuliano Liopes)O deputado Antônio Carlos Arroyo, que acusou União de agiotagem hoje na Assembleia. (Foto: Giuliano Liopes)

Representante de Mato Grosso do Sul no grupo de parlamentares que renegocia com o governo federal para redução da dívida, o deputado estadual Antônio Carlos Arroyo (PR) afirma que a União faz agiotagem.

Da tribuna da Assembleia Legislativa, ele descreveu o desempenho da dívida em números. “Na década de 1990, eram R$ 2 bilhões. Depois passou para R$ 5,6 bilhões e, atualmente, é de R$ 6,7 bilhões”, salienta.

Arroyo defende que o comprometimento da receita estadual caia de 15% para 9%. A mudança permitiria que Mato Grosso do Sul economize R$ 300 milhões por ano.

Conforme o deputado, em vez de pagar juros da dívida, o dinheiro seria para obras de infraestrutura. Na semana passada, deputados das 27 Assembleias Legislativas foram ao Congresso para fazer pressão política. Segundo Arroyo, eles vão voltar no mês que vem.

O grupo também exige a substituição do IGP-DI (Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna) pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) como índice de correção da dívida.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions