A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

07/12/2017 13:21

Assembleia gasta R$ 1,5 mil para trocar porta danificada durante invasão

Porta foi quebrada durante protesto no dia da votação da reforma da previdência

Leonardo Rocha
Porta danificada foi trocada hoje, na Assembleia Legislativa (Foto: Direto das Ruas)Porta danificada foi trocada hoje, na Assembleia Legislativa (Foto: Direto das Ruas)

A Assembleia Legislativa trocou hoje (07), a porta de entrada do local, que tinha sido danificada por um manifestante, no dia 28 de novembro, quando se votou a reforma da previdência. Foram gastos R$ 1.517,25 para instalar duas folhas de vidro temperados de 10mm, incluindo ainda os custos com o tapume, que estava provisório, e a sua devida instalação.

De acordo com o legislativo, anda será gasto mais R$ 614,12, para trocar outra folha de vidro que foi danificada e ainda será trocada. O 1° secretário da Assembleia, Zé Teixeira (DEM), tinha declarado que iria pagar os reparos e que o “ato de vandalismo era mais preocupante do que o valor da porta”.

Por ter danificado o local, o servidor público integrante do Sinted (Sindicato Municipal dos trabalhadores da Educação), de Pedro Gomes, foi preso no dia da votação da reforma. Ele pagou fiança e no mesmo dia a tarde, foi liberado, mas vai responder pelo ato de vandalismo.

Conforme o delegado que investiga o caso, Paulo Henrique Sá, da 3ª DP (Delegacia de Polícia) o suspeito foi autuado em flagrante por dano ao patrimônio público. A direção da Assembleia registrou o boletim de ocorrência e enviou as imagens da câmera de segurança, que mostram o momento que a porta foi danificada.

Manifestação - No dia da votação da reforma, só puderam entrar cerca de 150 pessoas para acompanhar a sessão, no entanto os manifestantes que ficaram de fora, tentaram invadir o local, mesmo com todo aparato policial, de 220 homens, incluindo a tropa de choque.

Um grupo conseguiu furar o bloqueio e invadiu a entrada da Assembleia, sendo que um servidor se jogou contra uma das portas de entrada, danificado o local. Os demais seguiram e lotaram o plenário, mas mesmo com todos os protestos, o projeto da reforma foi aprovado por 13 votos a favor e sete contrários.

Assembleia gastou R$ 1,5 mil para troca e instalação da nova porta (Foto: Leonardo RochaAssembleia gastou R$ 1,5 mil para troca e instalação da nova porta (Foto: Leonardo Rocha


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions