A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

24/03/2016 09:58

Assembleia já fez atualização cadastral de 66% dos seus servidores

Intenção é ter controle sobre quadro funcional e identificar eventuais "fantasmas"

Leonardo Rocha
Servidores durante cadastro no saguão da Assembleia (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)Servidores durante cadastro no saguão da Assembleia (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)

A Assembleia já conseguiu a adesão de 66% dos servidores, no seu programa de atualização cadastral. De acordo com o 1° secretário, o deputado Zé Teixeira (DEM), todos os dados depois serão repassados e divulgados pelo governo estadual. A intenção é mostrar quem são e onde estão os servidores da Casa de Leis.

O deputado explicou que sempre gerou muitas denúncias sobre o legislativo, em relação a servidores "fantasmas", que recebiam sem trabalhar. Por esta razão a Mesa Diretora resolveu fazer esta atualização, e assim ter conhecimento onde estão todos os funcionários e em que áreas eles trabalham. "A sociedade cobra e diz que aqui pode ser a 'Casa de fantasmas', por isso iremos fazer todo este levantamento", disse o democrata.

Teixeira citou que eles resolveram seguir o exemplo do próprio governo estadual, que no começo de 2015, na gestão de Reinaldo Azambuja (PSDB), fez uma atualização geral dos servidores, para saber quem eram os cedidos e onde os servidores trabalhavam. "Eles fizeram este levantamento e resolvemos este ano fazer o nosso, depois vamos repassar os dados para eles também".

O período de recadastramento começou no dia 1° de março segue até 15 de abril. A direção já avisou que quem não repassar os dados, pode ficar sem receber salário no próximo mês. Para o presidente da Assembleia, o deputado Junior Mochi (PMDB), com todos estes dados disponíveis até poderá se desenvolver uma gestão de Recursos Humanos mais adequada.

Para efetuar o cadastro, o servidor deve ir presencialmente ao estande, montado no saguão da Assembleia, e não tiver condições, com motivo justificável, este precisa enviar um representante legal, com procuração reconhecida em firma.

Devem atualizar o cadastro, segundo o documento, servidores ocupantes de cargos efetivos ativos, inativos e pensionistas, bem como os funcionários ocupantes de cargos em comissão, ainda que tenham vínculo com outro poder ou sejam cedidos de outros órgãos.

Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions