A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

11/04/2016 12:58

Assembleia negocia reajuste salarial e auxílios com seus servidores

Leonardo Rocha
Mochi espera acordo sobre reajuste na tabela dos servidores (Foto: Assessoria/ALMS)Mochi espera acordo sobre reajuste na tabela dos servidores (Foto: Assessoria/ALMS)

A Assembleia Legislativa começou a rodada de negociação com seus servidores, sobre o reajuste salarial e também em relação ao aumento de auxílios de alimentação e transporte. A intenção é chegar a um acordo que não possa prejudicar as contas do legislativo e ao mesmo tempo atualizar a tabela de pagamento dos funcionários.

De acordo com o presidente da Sisalms (Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa de MS), Naylor Vargas Marcondes de Souza, a proposta apresentada para Mesa Diretora, estabelece um reajuste na tabela dos servidores efetivos de 24%, além disto prevê um aumento no auxílio de vale transporte, que hoje é fixado em R$ 124,00. "Está congelado o valor há três anos, queremos uma mudança, para adequação".

Também foi solicitado que o auxílio alimentação, fixado atualmente em R$ 100,00, tenha um reajuste e passe a ser de meio salário mínimo, por volta de R$ 440,00. "Se não tiver estes valores, que exista então uma compensação salarial", disse o presidente. As conversas começaram na semana passada e novas reuniões vão acontecer durante o mês, para que se chegue a um acordo.

O presidente da Assembleia, o deputado Junior Mochi (PMDB), explicou que este reajuste na tabela do servidor, incide sobre a folha de pagamento, o mesmo recurso que é utilizado para questões como os auxílios. "Temos que entender que é tudo pela mesma fonte, precisamos estudar e chegar a um entendimento no que se pode pagar, vamos avaliar a proposta e depois buscarmos um acordo com tranquilidade", disse o parlamentar.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions