A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

03/08/2016 12:36

Assembleia poderá funcionar em meio período durante campanha

Junior Mochi vai avaliar proposta com líderes partidários

Leonardo Rocha
Deputados podem decidir por expediente de meio período durante campanha eleitoral (Foto: Assessoria/ALMS)Deputados podem decidir por expediente de meio período durante campanha eleitoral (Foto: Assessoria/ALMS)

Após pedido dos deputados Eduardo Rocha (PMDB) e Paulo Corrêa (PR), o presidente da Assembleia, Junior Mochi (PMDB), vai avaliar com os líderes partidários, a possibilidade do legislativo estadual funcionar apenas em meio período, durante a campanha eleitoral. Os trabalhos dos deputados, assim como dos assessores e servidores seria das 7h até 13h.

A intenção deste medida é possibilitar que não apenas os parlamentares, mas seus respectivos assessores possam percorrer as bases eleitorais no período da tarde.

A eleição deste ano é municipal, com quatro deputados concorrendo ao cargo de prefeito - Marcos Trad (PSD), Coronel David (PSC), Renato Câmara (PMDB) e Ângelo Guerreiro (PSDB) - mas os demais deputados irão ajudar na campanha de vereadores e majoritária, tanto na Capital, como no interior do Estado.

O deputado Eduardo Rocha (PMDB) alegou que vai ter que percorrer 14 municípios, para ajudar lideranças do PMDB e aliados e que seus assessores também são "agentes políticos", que irão contribuir neste processo. Ele lembrou que neste horário de meio período, todas as sessões seriam mantidos, sem prejuízo ao trabalho.

Já Paulo Corrêa ponderou que este "novo horário", já foi implantado em outras oportunidades na Casa de Leis, não obstruindo as votações e trabalhos do legislativo. "Desta forma quando assessores deste ou daquele deputado estiverem nos bairros, durante a campanha, não estarão perdendo nenhum compromisso ou atividade no legislativo", explicou.

Este horário "excepcional" funcionaria do dia 16 de agosto até 2 de outubro, período definido para campanha eleitoral, no primeiro turno das eleições. Desta forma audiências públicas, solenidades, reuniões das comissões e das frentes parlamentares não iriam ocorrer no período da tarde e a noite. Mochi diz que tomará esta decisão após avaliação com os líderes partidários e a Mesa Diretora da Assembleia.

Interrogatório de Lula na Operação Zelotes é marcado para fevereiro de 2018
A Justiça Federal em Brasília marcou para o dia 20 de fevereiro de 2018 os interrogatórios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de seu filho ...
Senado aprova desconto de dívidas de produtores rurais e texto segue para sanção
O Senado concluiu a votação, nesta quinta-feira (14), do projeto que permite a renegociação das dívidas de produtores rurais, estabelecendo descontos...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions