A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

03/02/2016 12:18

Assembleia vai criar comissão para acompanhar combate ao Aedes aegypiti

Epidemia de dengue levou Estado a criar comitê e decretar emergência em MS

Mayara Bueno e Leonardo Rocha
Assembleia Legislativa de MS; Casa de Leis vai criar grupo sobre dengue. (Foto: Marcos Ermínio)Assembleia Legislativa de MS; Casa de Leis vai criar grupo sobre dengue. (Foto: Marcos Ermínio)

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul vai criar uma comissão para acompanhar as ações de combate ao mosquito Aedes aegypiti, transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya, afirmou, nesta quarta-feira (3), o deputado estadual, Renato Câmara (PMDB). O Executivo Estadual tem um comitê criado para promoção de ações de combate ao mosquito.

A intenção da comissão na Casa de Leis, segundo Câmara, que sugeriu a criação do grupo, é promover, a partir das informações sobre as atividades do governo, projetos de leis ou outras ações que ajudem no combate. “Assim poderemos ter mais agilidade para legislar”.

Em dezembro passado, o governo de Mato Grosso do Sul criou um comitê de força-tarefa para promover ações que evitem uma proliferação, ainda maior, do mosquito, mas foi neste ano que as atividades foram lançadas. Agentes de saúde enviam, em tempo real, todas as informações sobre focos de mosquito e dados do local ao governo.

A epidemia da dengue e a introdução do vírus zica em MS, inclusive, levou o Executivo Estadual a decretar situação de emergência e deve lançar, nos próximos dias, mais ações de combate. Segundo Renato Câmara, as assinaturas para abrir a comissão já foram recolhidas, bastando agora abrir o grupo oficialmente e os partidos indicarem seus integrantes; cinco deputados vão conduzir os trabalhos. Até 1º de janeiro deste ano, houve a notificação de 2,5 mil casos de dengue.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions