A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

17/10/2013 13:06

Assistência social destaca evolução e governador promete plano de cargos

Vinícius Squinelo e Leonardo Rocha
Governador garante plano de cargos e carreiras para os profissionais (Foto: Marcos Ermínio)Governador garante plano de cargos e carreiras para os profissionais (Foto: Marcos Ermínio)

Mostrando uma forte evolução nos últimos oito anos em Mato Grosso do Sul, a assistência social será reforçada pelo governo estadual, inclusive com um Plano de Cargos e Carreiras para quem atua na área. Essa foi a promessa do governador André Puccinelli (PMDB), durante a abertura da 10ª Conferência Estadual de Assistência Social, que acontece na UCDB (Universidade Católica Dom Bosco).

“Ainda este ano vamos enviar o Plano de Cargas e Carreiras dos profissionais da assistência social do governo para a Assembleia Legislativa”, garantiu Puccinelli.

Ainda segundo o governador, o projeto deve ser votado pelos deputados até o dia 4 de abril de 2014, para que possa entrar em vigor ainda no próximo ano.

Sobre a assistência social de MS, Puccinelli destacou que o governo é responsável por 55% dos recursos destinados à área no Estado, enquanto a União banca o restante. “Tudo é feito através de transferência fundo a fundo, assim o recurso é mandado de forma direta”, relatou.

Debate – Secretária Estadual de Assistência Social, Tânia Garib destacou que a conferência estadual é fruto do trabalho nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, que realizaram conferências municipais.

Todos os pontos levantados nesta 10ª Conferência Estadual de Assistência Social, que começou hoje e vai até amanhã, serão encaminhados para a Conferência Nacional, que será realizada dos dias 16 a 19 de dezembro deste ano.

Evolução – Presente no evento, o deputado estadual Junior Mochi (PMDB) destacou a presença crescente da assistência social no Estado. “Nesses anos foram definidas regras, como do vale renda, que os beneficiários recebem inclusive 13º salário e reajuste com a inflação”, lembrou.

“Com a implantação do Suas (Sistema Único de Assistência Social de MS), há oito anos, não há mais espaço para aventureiros, o que se faz hoje não é política de assistencialismo, e sim um plano de gestão”, comentou Cassiana Afonso Arantes, coordenadora do Conselho Estadual de Assistência Social.

Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions