A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

24/08/2012 16:11

Ato no TRE pede investigação de vídeo com suposta coação a servidores

Fabiano Arruda e Luciana Brazil
Candidatos a prefeito de Campo Grande lideram manifestantes em protesto em frente ao TRE nesta tarde. (Foto: Rodrigo Pazinato)Candidatos a prefeito de Campo Grande lideram manifestantes em protesto em frente ao TRE nesta tarde. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Durante ato público nesta tarde, em frente ao TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral), manifestantes pediram investigação do vídeo em que, supostamente, o governador André Puccinelli (PMDB) consulta os servidores sobre seus candidatos e, na gravação, chega a sugerir que eleitor troque o candidato.

Os manifestantes foram liderados por cinco candidatos à Prefeitura: Reinaldo Azambuja (PSDB), Alcides Bernal (PP), Vander Loubet (PT), Suél Ferranti (PSTU) e Sidney Melo (PSOL).

Também participaram o vice na chapa de Azambuja, vereador Athayde Nery (PPS), e o candidato a vereador Zeca do PT. Policiais militares estiveram no local para garantir segurança ao movimento, que transcorreu por aproximadamente uma hora, sem transtornos.

Eles ingressaram ação de investigação judicial eleitoral e foram informados que já existem duas ações com o mesmo conteúdo na Justiça Eleitoral. Uma ingressada pelo PP e outra pelo Ministério Público Eleitoral. Dessa forma, as ações foram ingressadas num mesmo processo.

Vander Loubet afirmou que a manifestação serve para impedir que “pessoas sejam coagidas a votar em quem não querem”. Alcides Bernal afirma que o ato será fundamental para coibir abusos nas eleições.

Reinaldo Azambuja pediu que a Justiça Eleitoral adote providências contra o caso. “Não adianta o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) fazer propaganda por eleições limpas se aqui está acontecendo isto”

OAB - Antes do protesto em frente ao TRE, os candidatos estiveram na sede da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil) nesta sexta-feira para cobrar providências.

Eles ingressaram a denúncia no movimento da entidade chamado de “Eleições Limpas 2012” e foram recebidos pelo presidente do órgão, Leonardo Duarte.

“A OAB/MS diz que já recebeu seis denúncias, com essa sete, sobre o caso em questão. Vamos encaminhar aos órgãos eleitorais competentes e fiscalizar”, comentou.

Juíza manda apreender vídeo com suposta “coação” contra servidores
A pedido do Ministério Público Eleitoral, a juíza Denize de Barros Dódero Rodrigues, da 8ª Zona Eleitoral de Campo Grande, determinou que seja invest...
Acordo na Assembleia inclui na pauta prorrogação do Refis estadual
Um acordo de lideranças na Assembleia Legislativa elevou de 27 para 35 o número de projetos a serem votados nesta quinta-feira (14). A relação de mat...


A justiça eleitoral deverá ver a veracidade dos fatos ,neste momento o que os candidatos querem desconsertar o PMDB.Só que com isso eles não pensam que o povo tá cansado de ver estes tipo de acusação falsa.Se os candidatos se preocupasse em falar deles ,proposta de trabalho para o desenvolvimento da capital. Isso tudo é para deixar o povo confuso,mas o povo não entra mas nesta acusação furada.
 
Ana Dalarme em 26/08/2012 09:45:00
Sinto-me aliviado ao ver que este importante meio de comunicação também está divulgando as atrocidades realizadas pelo governante do nosso MS. Este homem e todo seu grupo envolvido, não merece governar nosso querido Estado nem mesmo nossa capital.
Justiça seja feita. Se não aqui, sob justiça a humana, haverá em outra ocasião, sob a justiça Divina. Esta última, é certa.
 
Romualdo Arantes em 24/08/2012 07:38:52
Parabéns Campo Grande News, que bom que vocês também levantaram essa bandeira; da ética e imparcialidade! Que todos os campograndenses de bem e com o mínimo de vergonha na cara, não se calem diante desses abusos contra os servidores! Este vídeo tem de ser visto pelo país todo! Que sirva de exemplo!
 
Júlio Xavier em 24/08/2012 04:35:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions