A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

16/09/2015 15:49

Atraso em eleição da OAB/MS prejudica o debate de propostas, afirma advogado

Luana Rodrigues e Raíza Calixto
Para o advogado Jully Heyder da Cunha Souza, atraso prejudica debate de propostas. (Foto: Marcos Ermínio)Para o advogado Jully Heyder da Cunha Souza, atraso prejudica debate de propostas. (Foto: Marcos Ermínio)

O atraso para o início do pleito eleitoral da OAB(Ordem dos Advogados Brasil) em Mato Grosso do Sul, tem preocupado a categoria. Pelo estatuto, a direção da seccional tem de 90 a 45 dias antes da eleição para lançar o edital. Como o pleito está previsto para novembro, o documento já poderia ter sido publicado desde o mês passado.

Conforme o advogado Jully Heyder da Cunha Souza, o atraso inviabiliza o debate de propostas entre os interessados na função e os profissionais. " Quanto mais demoram para estabelecer o edital, menos tempo temos para conhecer proposta e posições dos candidatos, isso prejudica o pleito", considera.

O edital detalha as regras do pleito, só após sua publicação são permitidas as inscrição das chapas. A campanha eleitoral só é permitida a partir do registro da chapa até o dia da votação.

O advogado também ressalta a necessidade de maiores debates entre os profissionais da categoria e a instituição que os representa, para a recuperação da identidade e independência dos advogados e da OAB. "Estamos num momento de crise institucional, em que a Ordem vem perdendo a sua importância e credibilidade perante a sociedade, que sempre confiou em nós. Não há foco nas questões fundamentais de valorização da instituição, nem dos profissionais", aponta.

Souza, que se coloca como pré-candidato ao cargo de presidente da seccional de Mato Grosso do Sul, afirma que a ordem necessita de uma mudança consistente, para que os advogados possam ter orgulho de pertencer a categoria. "Nossa visão de mudança é para que a instituição possa recobrar a sua imagem de questionadora, participante de debates importantes na sociedade como a corrupção no país, o acesso aos direitos e a Justiça, e principalmente, defensora das prerrogativas do advogado", disse.

Conforme o presidente da OAB/MS, Julio César Souza Rodrigues, o atraso é decorrente das alterações realizadas pelo Conselho Federal. "O prazo, que antes era de 90 dias, foi reduzido para 45, então os candidatos porderão começar as campanhas somente após o registro protocolado das chapas", afirmou. 

O edital será publicado no dia 25 deste mês e os advogados vão escolher o novo presidente no dia 20 de novembro deste ano.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions