A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

09/07/2014 09:15

Azambuja é o segundo candidato a governador mais rico do Brasil

Aline dos Santos
Em dois anos, evolução patrimonial de Azambuja  foi de 15%. (Foto: Cleber Gellio)Em dois anos, evolução patrimonial de Azambuja foi de 15%. (Foto: Cleber Gellio)

Reinaldo Azambuja (PSDB) aparece em segundo lugar no ranking dos candidatos a governador mais ricos do Brasil. Com patrimônio de R$ 37,8 milhões declarados à Justiça Eleitoral, ele só fica atrás do senador Eunício Oliveira (PMDB), que disputa o governo do Ceará.

O levantamento foi divulgado pelo jornal Folha de São Paulo, que avaliou as declarações de 129 candidatos ao governo. Em terceiro lugar na lista dos mais ricos está Ataídes Oliveira (Pros), candidato a governador no Tocantins, com patrimônio declarado de R$ 28 milhões.

Em 2012, na última eleição em que participou, o patrimônio de Azambuja estava em R$ 32.688.121,00, subindo para R$ 37.850.615,73 neste ano. O acréscimo foi de 15%.

Como produtor rural, Azambuja tem seus principais bens neste setor, como a Fazenda Maraba, no valor de R$ 6.230.600,00. A outra área é da Fazenda Taquarussu, de R$ 10.410.200,00, além da Fazenda Indiana, avaliadas em R$ 5.810.000,00.

Os candidatos não são obrigados a informar o valor real de mercado dos imóveis que possuem. Basta indicar o valor histórico pelo qual foram adquirido.

Disputa local – Dentre os candidatos ao governo em Mato Grosso do Sul, o senador Delcídio Amaral (PT) teve evolução patrimonial de 32% em relação à campanha de 2010, subindo de R$ 2.563.542 para R$ 3.387.170.

Já o ex-prefeito Nelsinho Trad (PMDB) subiu de R$ 2.280.598,61, registrado na eleição de 2008, para R$ 2.908.834,10, em 2014, aumento de 27,5%.

Candidato do PSTU, o professor Marco Antônio Monge ficou mais pobre de uma eleição para outra. Em 2012, registrou R$ 176.056,31; já neste ano reduziu seu patrimônio em 7%, chegando a R$ 163.586,33.

Sidney Mello (PSOL) que não declarou bens em 2012, na eleição para prefeitura de Campo Grande, neste ano (2014), apresentou o valor de R$ 15.500,00. O candidato Evander Vendramini (PP) não registrou bens na sua última eleição em 2010, e repetiu a declaração.




Pode até ser, se é que os outros candidatos são tão honestos na declaração quanto ele é né. Mas ele nunca escondeu que tem fazendas, que tem patrimônios herdados do trabalho do pai que ele deu continuidade... Só acho que existem candidatos aqui do estado mesmo que não declaram exatamente tudo que tem, ou quando declaram mentem o valor real da coisa! Abre o olho meu povo!!!!
 
Amanda Coelho em 09/07/2014 13:38:38
Sr.Reinaldo Ajambuja, ganhou minha simpatia, sinceridade antes de tudo.

O resto, ridiculos.

Abre os olhos, eleitores.
 
sandro livio szucs ortiz em 09/07/2014 10:17:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions