ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  16    CAMPO GRANDE 24º

Política

Bancada federal chega a acordo e define repasse de R$ 420 milhões para MS

Campo Grande terá R$ 40 milhões, dos quais R$ 20 milhões serão para saúde e R$ 20 milhões para obras

Por Adriano Fernandes | 25/02/2021 20:50
Reunião da bancada federal de MS. (Foto: Divulgação)
Reunião da bancada federal de MS. (Foto: Divulgação)

Depois de longa discussão, a bancada federal sul-mato-grossense decidiu nesta quinta-feira (25), a destinação das emendas para o Estado. Mato Grosso do Sul terá R$ 420 milhões de emendas da bancada federal.

O Governo de Mato Grosso do Sul receberá R$ 111 milhões para utilizar em saúde, segurança pública e sul-fronteira. Total de R$ 40 milhões será destinado para Campo Grande, dos quais R$ 20 milhões serão investidos em saúde e os outros R$ 20 milhões para obras de infraestrutura urbana. Dourados receberá R$ 25 milhões, e Corumbá, Ponta Porã e Três Lagoas receberão R$ 16 milhões cada.

As três instituições universitárias (UFMS, UEMS e IFMS) também foram contempladas por emendas impositivas, ou seja, que deverão ser cumpridas, que totalizam R$ 17 milhões. Os outros R$ 180 milhões são referentes a emendas discricionárias, valores que o Governo Federal poderá alocar para ações para obras do Dnit, investimentos em pesquisa e saúde e turismo, que inclui a revitalização da Feira Central.

Também foram aprovadas nesta quinta-feira as emendas do senador Nelsinho Trad (PSD) na Comissão da Infraestrutura do Senado Federal que preveem a Rota Bioceânica e obras da MS-419.

Sob a coordenação do senador Nelsinho Trad (PSD), as duas senadoras Simone Tebet (MDB), Soraya Tronickie (PSL) e os deputados federais Dagoberto Nogueira (PDT), Vander Loubet (PT), Luiz Ovando (PSL), Fábio Trad (PSD), Beto Pereira (PSDB), Rose Modesto (PSDB), Bia Cavassa (PSDB) e Loester Trutis (PSL) fizeram três dias de reuniões semi-presenciais, de terça até hoje, para decidirem, em conjunto, o destino destes recursos, distribuídos em 15 emendas.

Durante os três dias de trabalho, os parlamentares atenderam representantes de instituições, prefeitos e vereadores de Mato Grosso do Sul. A bancada federal também pactuou com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), para promover reunião com os senadores, os deputados federais e os prefeitos para organizar a alocação de novos recursos aos municípios não contemplados com os recursos federais.

“Assim, os municípios serão atendidos para a retomada do desenvolvimento em diferentes regiões do Estado”, explicou o senador Nelsinho Trad, coordenador da bancada federal. Em relação às emendas individuais, de acordo com a reunião da bancada, serão alocadas de acordo com a ação discricionária de cada parlamentar (deputados federais e senadores), ainda a ser definida individualmente pelo parlamentar.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário