A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

08/07/2011 13:41

Bancada federal pede que a Embrapa se posicione sobre novo Código Florestal

Ítalo Milhomem

O deputado federal, Reinaldo Azambuja (PSDB) cobrou nesta manhã uma posição da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) sobre a votação do novo Código Florestal Brasileiro, que está em discussão no Congresso Nacional.

O puxão de orelha aconteceu, na manhã desta sexta-feira (8), durante a reunião da bancada federal com presidente nacional da Embrapa, Pedro Arraes e representantes das unidades em Mato Grosso do Sul.

Segundo Azambuja, eles utilizaram dados organizados da Embrapa Pantanal para subsidiar a proposta apresentada pelo deputado federal, Aldo Rabelo (PCdoB-SP), que foi o relator do projeto, no entanto foram acusados de quererem destruírem o Pantanal, em que ele foi chamado de “Reinaldo Motosserra”e no entanto a Embrapa não teria se posicionado oficialmente sobre o tema.

“Ninguém está protegendo desmatadores, estamos defendendo a produção brasileira.Eles (ongs estrangeiras) que atrapalhar nossa produção”, comentou Azambuja.

O senador Waldemir Moka (PMDB) também pediu a colaboração da Embrapa nesta briga política e ideológica.

“Essa posição da Embrapa com certeza a presidente vai acatar em ato contínuo. Temos que recuperar as áreas degradas, aumentar nossa produtividade sem precisar derrubar mais nenhuma árvore”, declarou o senador.

O presidente nacional da Embrapa, Pedro Arraes afirmou ontem teve uma reunião com vários segmentos da empresa para iniciar a confecção de um documento será divulgado a respeito do novo Código Florestal.

“A Embrapa está elaborando um documento sobre os pontos positivos do projeto que ninguém comenta e também dos pontos negativos do Código Florestal. Há divergência, a empresa é plural, mas o texto final ainda será submetido ao ministro da Agricultura”, explicou Arraes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions