A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

01/11/2012 17:18

Bernal discute equipe com PT e PSDB na semana que vem

Fabiano Arruda e Danúbia Burema
Ex-deputado Semy Ferraz é um dos nomes mais cotados para assumir secretaria de Bernal. (Foto: Divulgação ALMS/arquivo)Ex-deputado Semy Ferraz é um dos nomes mais cotados para assumir secretaria de Bernal. (Foto: Divulgação ALMS/arquivo)

O prefeito eleito Alcides Bernal (PP) e os partidos integrantes de sua base aliada começaram a se reunir para definir a composição da próxima administração. Nesta manhã, Bernal conversou com aliados sobre a formação de sua equipe.

Na próxima segunda-feira (5) ele irá se reunir com comissão do PT para tratar do assunto. O PDSB também é aguardado para discutir o espaço no governo do progressista na semana que vem.

Fontes ligadas a Bernal apontam o ex-deputado estadual Semy Ferraz como o nome mais cotado para assumir a secretaria de Obras, uma das principais pastas da administração.

Os dois, inclusive, já teriam se encontrado. A indicação dele, no entanto, já teria desagradado lideranças do PT.

Semy, que engrossou a campanha progressista, disse ainda não ter conversado com Bernal, além de garantir que não firmou compromisso em assumir qualquer secretaria. “Ajudei porque achava importante a mudança”, desconversou.

Engenheiro civil especializado em saneamento, o ex-deputado estadual afirma que Bernal tem que avaliar as necessidades que terá em sua administração e, caso seja chamado, teria que avaliar. “Não parei para pensar sobre isso. Na minha avaliação o secretario do município tem que primeiro conhecimento técnico, mas gostar de política. Fazer as duas coisas”, pontuou.

Outro cotado para virar secretário municipal, Zeca do PT conta que no início da semana seu partido se reuniu e formou uma comissão para debater o espaço que a sigla terá. Para ele, a legenda é imprescindível para o governo.

“Na segunda vamos conversar com o prefeito para saber o que ele quer do PT, qual a dimensão. Ele vai precisar do Governo Federal, da bancada federal e do apoio da militância, então, vai ter que dialogar para formar um governo de coalisão”, pregou, assegurando que sua prioridade é cumprir o mandato na Câmara.

O vereador mais votado na Capital ainda avalia que o critério de formação técnica para nomeação dos cargos é “problema do Bernal. “Pode ser técnico dentro dos partidos. Ou ele vai convidar individualmente? Se não for então não vai ser um governo de coalisão. Democracia se faz com os partidos políticos”, completou.

Reinaldo Azambuja diz que conversa com o prefeito eleito na semana que vem. (Foto: Rodrigo Pazinato)Reinaldo Azambuja diz que conversa com o prefeito eleito na semana que vem. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Já o deputado federal Vander Loubet (PT), que encabeçou o apoio a Bernal no segundo turno, avalia que o partido vai passar experiência e ajudar o prefeito eleito a “fazer um grande governo”, no entanto, fez ressalvas em relação à campanha. “Em nenhum momento discutimos qualquer tipo cargo. Nosso apoio foi incondicional”.

PSDB – Outro partido apontado como certo na administração de Alcides Bernal é o PSDB, que recebeu pouco mais de 113 mil votos com o candidato Reinaldo Azambuja no primeiro turno e, apoio mais cobiçado no segundo turno, deu mais peso à candidatura do progressista.

Azambuja também diz que não conversou com o novo chefe do Executivo Municipal, mas que o encontro deve ocorrer na semana que vem. Ele desconversou sobre a articulação para que os quadros da legenda assumam qualquer pasta, até a secretaria de Educação, que administrou no mandato de Nelson Trad Filho (PMDB).

“O PSDB tem nomes para fazer um bom trabalho. Não condicionamos cargos para apoiar o Bernal. O prefeito é quem vai ter que dizer que precisa do PSDB, quais espaços terá e depois o partido vai avaliar”, analisou.

Para a vereadora Rosiane Modesto, a professora Rose (PSDB), Bernal não vai nomear o secretariado simplesmente por conta do compromisso político no segundo turno, no entanto, defende que a legenda tem nomes que unem capacidade técnica e atendem a acomodação política.

Apoio programático – Para o vereador Marcelo Bluma (PV), que foi candidato no primeiro turno e declarou apoio ao PP no segundo, minimizou a discussão por espaços e disse que seu partido não tem tratado desse assunto.

“Ele é quem vai determinar o time. Não achamos que seja a hora de ser tratada (acomodação). Nosso apoio é programático”, discursou.



MEU DEUS, QUE COMENTÁRIOS SEM EMBASAMENTO, TENDENCIOSOS, É EVIDENTE QUE UM GOVERNO DE COALIZÃO TEM QUE SER FEITO COM OS PARTIDOS, O QUE O BERNAL PODE FAZER É EXIGIR COMPETENCIA POLITICA E TÉCNICA, PODE INCLUSIVE OFERECER CARGOS AO PMDB, ASSIM SE GOVERNA ,SÓ ALGUMAS PESSOAS E ALGUNS ORGÃOS DE IMPRENSA NÃO SABEM QUE A ELEIÇÃO ACABOU..A TEORIA DO CAOS NÃO SERVE PARA CAMPO GRANDE.QUEM ANULA O VOTO É UM ANALFABETO POLITICO, DEVERIA AVALIAR MELHOR E ESCOLHER ALGUÉM.
 
jorge cabral em 04/11/2012 21:33:02
Já estou achando esse Beranal um Zé Mané, mesmo sendo eleito prefeito de Campo Grande. Sera que ele é cego? não ve que esse PT é uma imumdice!! e que não ganhou com apoio deles,ate porque os voto deles foram muito pouco.Esse AZAMBUJA me da nojo! se acha o cara! para mim não passa de um burguês metido salvador da patria
 
Roberto nunes em 02/11/2012 17:25:09
A FESTA COMEÇOU, ESSES DOIS PARTIDOS PT PSDB, QUEREM TOMAR A PREFEITURA COM SECRETARIAS . AINDA BEM QUE ANULEI MEU VOTO.O PREFEITO ELEITO TEM QUE PRESTAR BEM ATENÇÃO AQUI NA NET, QUEM VOTOU NELE JA ESTA COM NOJO POR ESTAS SUSPOSTA COMPOSIÇÕES PRICIPALMENTE COM PT QUE TEVE POUQUISSIMOS VOTOS AQUI. É UM LIXO ESSE SISTEMA, VOTA EM UM, E VEM TODOS AQUELES QUE FOI REJEITADOS NO VOTO.COLIGAÇÃO E DEMOCRATICO PARA OS POLITICOS, PARA O POVO E A PIOR COISA .
 
jair oliveira em 02/11/2012 17:16:11
ELEITOR SEM OPÇÃO. OS HONESTO NÃO QUEREM SABER DE POLÍTICA.
 
RUBENS ALVARENGA em 02/11/2012 13:05:10
O PSDB do deputado federal Reinaldo Azambuja, esse sim fez a diferença pró Alcides Bernal no segundo turno. Já o PT e sua gente entraram com o que? 4 ou 5 por cento? Isso é praticamente nada para que o Zeca queira exigir cargos, quaisquer que sejam. "Já fui desvairadamente apaixonado pelo PT e suas propostas", mas minha aposta foi Alcides Bernal. Se eu quisesse o PT no governo, teria votado no Vander Loubet.
 
Fernando Silva em 02/11/2012 12:56:44
O LADO BOM DESSA FARRA DE LEILÃO DE CARGOS NA PREFEITURA, É QUE A POP DE C G, DE MA CHANCE PARA O NOVATO BERNAL, E SE ELE PIAR NA BOLA, VAI PAGR CARO COM A RESOSTAS NS PROXIMAS ELEIÇÕES. ENTAO, PREFEITO ELEITO, NAO JOGUE FORA SEUS EEITORES.
 
luciano marques em 02/11/2012 11:30:01
Poxa eleger um partido PP para a prefeitura e ter o PT na Obras (SEINTRHA), é um presente de grego. Fico com dó desta morena nós não merecemos isto.
 
Genemir Almirante em 02/11/2012 10:40:39
Agora a conta vai ficar maior para as empreiteiras e para a população, o percentual é maior. Imaginem, o Município gasta 35% com funcionário público hoje está enxutinho e pode gastar até 55%. O que será que vão fazer? 54,9 % com o PT.
 
Andrey Fontenello em 02/11/2012 10:38:08
Os Ptralhas estão todos eufóricos, loucos para conseguirem uma boquinha nessa administração. Esses esquerdopatas estão se coçando ainda mais com o Zeca vereador para inflamar a câmara eles irão querer pavimentar um futuro na prefeitura de campo grande-aí eu mudo daqui. Caro prefeito Alcides Bernal componha sua administração com gente de fora , técnicos bem preparados e não contaminados com a política local.Não coloque o Joaozinho das couves só porque é "liderança" e apoiou a campanha como fazem todos que chegam ao poder.Lembre-e que antes estava sozinho então se tiver de fatiar não dê nenhuma secretaria importante pra essa raça..Abraço.
 
Luís Maroto. em 02/11/2012 10:31:42
E o lobo em pele de cordeiro chamado Azambuja... Abre o olho, população!
 
Marcos Leopoldo em 02/11/2012 09:50:47
Ja comecou a festanca, todos querendo um lugarzinho no colo de Bernal, Campo Grande nao merece esse joguinho mesquinho nao e quem votou no Bernal q aguente as consequencias rsrsrsr ainda bem q to longe disso tudo kkkkkkkkkkkkkkkk
 
saeko suzuki em 02/11/2012 08:28:14
Nossa como esse povo e bonzinho, nao querem nada, a para de conversa fiada historia para boi dormi.
 
antonio rogerio em 02/11/2012 07:37:36
op semy ferraz esse e o cara na secretaria de obra esse eu conheço pesoalmente ....homem de carater sem defeito.....
 
JOSE PEDRO DE SOUZA em 01/11/2012 21:53:59
E agora Bernal? As discussões já começaram, como era o esperado. Será que os eleitores acreditam que não haviam negociações de cargos antes do resultado da eleição?? É óbvio que vão cobrar o que foi prometido aos partidos! O problema só está começando...
 
Kelly Moraes em 01/11/2012 21:19:24
LA VEM O PT NA PREFEITURA. E VCS VAO VER O QUE É ISSO, EM BREVE! PRA COMEÇAR, ZECA NA SECR DE OBRAS E O SOBRINHO DELE, VANDER, ..... A ESSE NEM VOU DIZER... APENAS, REZEM. E MUITO. PQ VOTAR JA VOTARAM E AGORA, NAO ADIANTA NEGAR.
 
LUCIANO MARQUES em 01/11/2012 21:18:57
Estes políticos subestimam a inteligência da população. Causa-me espécie o Vander afirmar que “Em nenhum momento discutimos qualquer tipo cargo. Nosso apoio foi incondicional”... Vander, ninguém aqui é tão ingênuo a ponto de acreditar que o PT iria apoiar o Bernal sem querer nada em troca! Acorda!!!
 
Lucia Mendes em 01/11/2012 19:43:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions