A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

11/11/2014 10:24

Bernal diz que não disputa cargo e Zeca fala que ainda é cedo para 2016

Leonardo Rocha e Kleber Clajus
Bernal diz que não disputa cargo e diz para retirarem seu nome das pesquisas (Foto: Arquivo)Bernal diz que não disputa cargo e diz para retirarem seu nome das pesquisas (Foto: Arquivo)
Zeca do PT diz que é cedo para discussão de 2016, já que seu partido tem outras prioridades neste momento (Foto: Divulgação - Assessoria)Zeca do PT diz que é cedo para discussão de 2016, já que seu partido tem outras prioridades neste momento (Foto: Divulgação - Assessoria)

O prefeito cassado Alcides Bernal (PP) e o vereador e deputado federal eleito, Zeca do PT, comentaram a divulgação da pesquisa do IPEMS (Instituto de Pesquisas de Mato Grosso do Sul), sobre os cenários políticos para disputa eleitoral da prefeitura de Campo Grande, em 2016.

Bernal que aparece em um dos cenários da disputa, com 20,21%, na segunda colocação, atrás do deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB) que tem 38, 54%, afirmou que não é pré-candidato a nenhum cargo político, ele inclusive sugeriu que os institutos de pesquisa não coloquem seu nome, nas entrevistas feitas com a população. "Não vou disputar", ressaltou.

Já o vereador e deputado federal eleito, Zeca do PT, afirmou que ainda é cedo para estimular uma pesquisa para a prefeitura de Campo Grande daqui dois anos, pois no momento o seu partido precisa ter outras prioridades, como os projetos de 2015, discutir cargos federais, reorganizar a legenda, assim como discussão política interna.

"Não se constrói a casa começando pelo telhado, e sim pelo alicerce, vamos nos reunir debater a política do PT, para somente depois se discutir um nome para disputa de 2016", afirmou ele.

Nos cenários propostos pela pesquisa, Zeca aparece apenas em um cenário, na segunda colocação tendo 22,88% das intenções de voto, atrás do atual governador André Puccinelli (PMDB), que possui nesta análise 38, 54% da preferência.

A pesquisa do IPEMS ouviu 400 eleitores nas sete regiões da Capital, nos dias 6 e 7 de novembro deste ano, tendo margem de erro de 4,9% para mais ou para menos e o nível de confiança de 95%.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions