A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

04/04/2016 11:05

Bernal diz que vai à Governadoria pedir ajuda para Campo Grande

Antonio Marques e Alberto Dias
O prefeito Alcides Bernal disse em evento no Bairro Silvia Regina que vai pedir ajuda ao governador Reinaldo Azambuja para recuperar Campo Grande (Foto: Pedro Peralta)O prefeito Alcides Bernal disse em evento no Bairro Silvia Regina que vai pedir ajuda ao governador Reinaldo Azambuja para recuperar Campo Grande (Foto: Pedro Peralta)

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), reúne-se com o governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), a partir das 11 horas desta segunda-feira (4), na Governadoria, para solicitar ajuda para obras na Capital, especialmente nas de recuperação das vias prejudicadas pelas chuvas dos últimos meses.

Bernal adiantou, durante evento no Bairro Silvia Regina, que também vai tratar sobre o início das obras para a duplicação da avenida Euler de Azevedo, na saída para Rochedo, que leva ao novo Campus da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul). O prefeito disse que vai falar sobre a lei de diretrizes urbanísticas da Capital para que o governo duplique a via.

No começo de janeiro deste ano, o Governo do Estado anunciou que iniciaria a obra de duplicação em 60 dias. Conforme o projeto, a readequação da avenida será divida em lote rural e urbano e as obras serão executadas por duas empresas simultaneamente.

O lote 1 que compreende dois quilômetros e meio vai da Avenida Presidente Vargas até um trecho além do Detran/MS e o lote 2, que começa antes do Centro de Pesquisa da Agraer e segue até o o anel rodoviário na saída para Rochedo.

Na época, o governo informou que o valor total do contrato seria de R$ 14,7 milhões e o prazo para a execução será de um ano, contado a partir do início dos trabalhos no canteiro de obras.

Também foi anunciado que uma das empresas que assumiria a obra seria Construtora Industrial São Luiz S/A, que cobrou R$ 6.106.804,71 pela duplicação de um trecho de 4,5 quilômetros da avenida, que começa na Avenida Presidente Vargas, passa em frente do Campus da Uems, o futuro trevo de acesso ao macro anel rodoviário e termina na MS-080.

Sem citar detalhes, Bernal comentou também que trataria de outras demandas com o governador. “Sabemos que o governo do estado está com muito dinheiro, tem muito dinheiro e ninguém em sã consciência negaria ajuda como tem sido publicado”, declarou o prefeito.

A assessoria de imprensa do Governo do Estado não divulgou o conteúdo dos assuntos da agenda, apenas que a reunião será fechada à imprensa.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions