ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUARTA  18    CAMPO GRANDE 

Política

Bernal pode levar Ben Hur para Receita e Chaves indicar substituto

Por Zemil Rocha | 11/11/2013 16:20
Wanderley Ben Hur pode ser substituto de Gustavo Freira na Secretaria de Receita (Foto: arquivo)
Wanderley Ben Hur pode ser substituto de Gustavo Freira na Secretaria de Receita (Foto: arquivo)

A fim de melhorar o relacionamento com a Câmara de Campo Grande e, ao mesmo tempo, ter na Secretaria Municipal de Receita um homem de inteira confiança, o prefeito Alcides Bernal (PP) parece ter optado por tirar Wanderley Ben Hur da Secretaria de Planejamento, Finanças e Controle e nomeá-lo para o cargo antes ocupado por Gustavo Freire. “Há uma disposição do Pedro (Chaves) de fazer essa mudança por causa dos problemas que Ben Hur tem em relação à Câmara”, informou um assessor de Bernal.

Quanto à Secretaria Municipal de Receita, o nome estaria sendo articulado pelo secretário de Governo, Pedro Chaves, embora inicialmente sua pretensão fosse trazer um “nome forte” para substituir Gustavo Freire, exonerado após ser demitido do cargo de auditor da Receita Federal pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega. Chegou a ser discutida a possibilidade de Ben Hur deixar o governo, mas Bernal teria resistido.

Indagado se essa possibilidade de Bem Hur assumir a Secretaria de Receita seria alta, o assessor de Bernal respondeu: “Mais de 80% de chance”.

Sobre as nomeações para as secretarias municipais da Juventude e da Mulher, criadas há mais de quatro meses, o informante revelou que ainda não há nomes definidos. “Por enquanto existem apenas hipóteses. Não tem nada certo”, garantiu.

O prefeito Alcides Bernal também ficou de anunciar amanhã a composição do Conselho Político, que será integrado por sete membros e terá caráter deliberativo. Questionado sobre os partidos que integrarão o conselho, além de PP e PT, o assessor declarou: “O PPS está fechado, assim como o PRB, do vereador pastor Gilmar da Cruz”, informou, não tendo convicção, porém, quanto aos outros três partidos, citando apenas que considera haver chance de o PSDB e o PR participarem.

O PDT chegou a ser apontado por Pedro Chaves e pelo líder do prefeito, vereador Marcos Alex (PT), como provável integrante do Conselho Político, mas o presidente regional pedetista, João Leite Schimidt, negou essa possibilidade esta tarde.

Nos siga no Google Notícias