A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

26/08/2015 10:41

Bernal quebra protocolo e faz novo discurso após “enterro” de Olarte

Aline dos Santos e Antonio Marques
Presidente da ACP e Bernal discursaram durante desfile de aniversário da cidade. (Foto: Fernando Antunes)Presidente da ACP e Bernal discursaram durante desfile de aniversário da cidade. (Foto: Fernando Antunes)
Professores fizeram enterro simbólico de Olarte. (Foto: Fernando Antunes)Professores fizeram "enterro simbólico" de Olarte. (Foto: Fernando Antunes)

De volta à prefeitura de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) quebrou o protocolo nesta quarta-feira durante o desfile cívico em homenagem aos 116 anos da cidade. A festa foi parada por dez minutos para um novo discurso de Bernal e declaração do presidente da ACP (Sindicato Campo-crandense dos Profissionais da Educação), Geraldo Gonçalves. A categoria travou uma disputa com Gilmar Olarte (PP), afastado do cargo ontem, para cumprimento da lei do piso do magistério.

Com vassouras para limpar a cidade e um caixão simbolizando o enterro de Olarte, 200 professores se aproximaram do palanque de autoridades. Ao receber uma camiseta com mensagem de apoio aos profissionais, Bernal, a toda hora chamado pelo cerimonial de o “prefeito do povo”, parou o desfile e voltou a discursar. “Não existe outra classe que necessita de mais repeito do que os professores, lei foi feita para ser cumprida”, diz Bernal.

Segundo o prefeito, que formaliza amanhã o retorno ao comando da administração municipal, os professores também têm o direito de ensinar e pediu palmas para a professora Zélia Aguiar, 54 anos, agredida durante mobilização na Câmara Municipal.

O presidente da ACP acredita em um acordo com a prefeitura. “Confiamos no senhor prefeito, vamos solicitar audiência com o senhor para resolver a situação antes da decisão da Justiça. Sabemos que a prefeitura tinha dinheiro para pagar [o reajuste]”, diz Geraldo.

Bernal respondeu que vai trabalhar com firmeza de propósito e resolver o problema. Conforme a PM (Polícia Militar), a festa reúne 20 mil de pessoas de público e seis mil desfilando.

Alcides Bernal foi cassado em março do ano passado pela Câmara Municipal e ontem obteve decisão favorável do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) para retornar. Ainda ontem, Gilmar Olarte foi afastado da prefeitura por decisão judicial.




Um presidente de sindicato com sua corja prejudicando os alunos, e fazendo politicagem.
Vergonha, Vergonha, Vergonha, esperamos que seja cortado o ponto desses grevistas.
 
Rondinelio em 26/08/2015 11:57:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions