A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

06/06/2013 17:36

Bernal quer que CPI da Saúde discuta dívida da Santa Casa

Leonardo Rocha e Jéssica Benitez
Bernal quer dívida da Santa Casa na CPI da Saúde (foto: Marcos Erminio)Bernal quer dívida da Santa Casa na CPI da Saúde (foto: Marcos Erminio)

O prefeito Alcides Bernal (PP), durante coletiva de imprensa sobre a CPI do Calote, ressaltou que gostaria que os vereadores colocassem na pauta da CPI da Saúde, a questão da dívida da Santa Casa, que segundo ele, teve um aumento substancial durante a administração da junta interventora. Ele também afirmou que a CPI da Saúde deve ser a prioridade da Câmara, já que foram denúncias que tiveram impacto nacional, com indício de desvio de recursos públicos no HC (Hospital do Câncer) e HU (Hospital Universitário).

Bernal começou sua coletiva tratando de outro assunto, voltando a pedir a inclusão da Santa Casa na CPI da Saúde, ele mencionou que deve ser apurado o motivo da junta interventora ter aumentado a dívida do hospital de R$ 30 milhões para R$ 150 milhões. “A CPI deve procurar os responsáveis, a nova direção do hospital quer fazer um empréstimo de R$ 70 milhões por causa desta dívida, os vereadores deveriam apurar esta história com rigor”, apontou ele.

O prefeito ainda destacou que a Santa Casa gasta 82% de sua receita com folha salarial. “Obtive a informação que um funcionário recebia R$ 80 mil por mês, por motivos como este que o hospital está enfrentando dificuldades. A gestão é plena vamos cumprir com a nossa parte”, ressaltou.

Denúncia – Bernal questionou que os antigos gestores do hospital, recolheram o percentual de INSS e IR dos funcionários, mas não repassaram para o governo federal. E por este motivo, a Santa Casa está com certidão negativa com a União e não pode receber recursos federais. “Não deixaremos de ajudar, mas é preciso fazer o levantamento para achar os responsáveis por este ato, não pagar é crime”, enfatizou.

Repasse – O prefeito afirmou que irá repassar a Santa Casa o montante enviado pelo SUS (Sistema Único de Saúde) ao FMS (Fundo Municipal de Saúde). Em relação à participação e ajuda no empréstimo do hospital junto a Caixa Econômica, Bernal ressaltou que vai fazer “o melhor para o município” e que a Câmara Municipal precisa autorizá-lo para esta ação.



Temos que abrir o olho com esses vereadores que podem negar o que o prefeito precisa só para prejudicar sua administração e com isso prejudica também a população.
Estão atirando no próprio pé!
 
Junior Ferreira em 07/06/2013 00:23:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions