A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

20/12/2012 18:14

Bernal reafirma que não pediu reajuste e diz que minoria será beneficiada

Fabiano Arruda
Alcides Bernal critica indicação de índice de reajuste para salário do prefeito, feita por vereadores nesta quinta. (Foto: João Garrigó)Alcides Bernal critica indicação de índice de reajuste para salário do prefeito, feita por vereadores nesta quinta. (Foto: João Garrigó)

O prefeito eleito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), reafirmou, nesta quinta-feira, que não pediu, nem tinha interesse que seu salário fosse reajustado, conforme proposto pelos vereadores durante a sessão na Câmara Municipal nesta manhã.

Ele ainda rebateu o argumento dos parlamentares de que o aumento tem que ser votado para beneficiar servidores públicos, sobretudo, da Receita Municipal. Para o progressista, o reajuste vai beneficiar apenas uma pequena parcela dos funcionários públicos do município.

São pelo menos 52 servidores, que representam 26 categorias, que pressionam pelo aumento do vencimento do prefeito, já que possuem os ganhos atrelados ao salário do chefe da administração municipal, hoje de R$ 15,8 mil, que, segundo informações, congelado desde 2006.

“Vai beneficiar alguns servidores, apenas, colegas do Mário César (vereador do PMDB, que é servidor público municipal). Muito desagradável”, criticou Bernal.

Com a aprovação do aumento dos salários dos vereadores a partir do ano que vem para R$ 15 mil, os parlamentares passaram a discutir o reajuste também do salário do prefeito. Bernal, publicamente, sempre rejeitou a ideia.

A mensagem sobre o assunto teria de partir do Executivo, o que não ocorreu. Nesta quinta, pressionados pela presença dos servidores no plenário, vereadores utilizaram da prerrogativa para criar decreto legislativo e colocar o aumento do salário em tramitação na Casa. O texto vai para votação amanhã (21), última sessão do ano.

Como não tinham parâmetro de índice de reajuste, os parlamentares definiram, em consenso numa reunião, 31% de sugestão, visto que servidores cobraram 72% para repor a defasagem acumulada desde 2006.

Como o aumento do salário do prefeito também reajusta o rendimento mensal do vice-prefeito, dos 11 secretários municipais, dos auditores da Receita, além de pelo menos três médicos da rede pública de Saúde e outros dois servidores da Educação, o custo da folha do funcionalismo público da Capital deve ficar cerca de meio milhão mais cara a partir do ano que vem.

“Independente de não querer o aumento, ele (Bernal) não pode prejudicar as categorias e se não quiser ele que doe (salário) para instituições”, declarou o vereador Lídio Lopes (expulso do PP) durante a sessão desta quinta..

“Ele tem o salário de deputado estadual (R$ 24 mil) e vai vir para a função de prefeito com um salário menor?”, questionou Mário César (PMDB) ao falar sobre o assunto.

Com salário de R$ 20 mil para Bernal, folha municipal aumenta meio milhão
Com o reajuste de 31% indicado pelos vereadores nesta quinta-feira, o salário do prefeito eleito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), a partir de 20...
Em consenso, vereadores definem reajuste de 31% no salário do prefeito
O reajuste salarial que o prefeito eleito Alcides Bernal (PP) passará a receber em janeiro de 2013 será definido amanhã (20) na sessão extraordinária...
Prestes a iniciar recesso, Assembleia pauta 27 projetos para esta quinta-feira
A Assembleia Legislativa pautou para a sessão desta quinta-feira (14) a votação de 27 projetos. Entre eles estão os 23 remetidos na terça-feira (12) ...


Gosto muito de politica,acho que tudo gira em torno da politica só que eu peguei nojo dos politicos,principalmente desses que atualmente e administram nosso estado e nossas cidades é escandalo atrás de escandalos, nossos vereadores são sinicos ,sinceramente, eu acho que estamos ferrados se tivessemos uma imprensa imparcial e voltada para os interesses da sociedade seria muito mais fácil lidar com essa gente,mas infelismente isso não acontece,a nossa imprensa falada,escrita e televisada na maioria são de propriedade desses dos quais eu me refiro, portanto estamos de mãos atadas,felismente eu acredito em Deus e tenho absoluta certeza que o objetivo maior do ser humano na terra não é o poder nem o dinheiro se assim o fosse Deus seria tão pequenino quanto nós.
 
walter Barros em 21/12/2012 09:42:14
ISTO QUE É POLITICA SEMPRE TENDO OPOSIÇÃO! UM FISCALIZANDO O OUTRO, E QUEM DER UM PASSO EM FALSO SERÁ CRUCIFICADO PELO OUTRO SEM PENSAR EM ALIANÇAS POLITICAS.
 
luciano fernandes em 20/12/2012 19:35:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions