A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Janeiro de 2018

28/09/2013 10:28

Bernal vai contratar consultoria para auxiliar o secretário de Planejamento

Zemil Rocha
Grazielle Machado acha que veio tarde a consultoria em razão dos erros (Foto: arquivo)Grazielle Machado acha que "veio tarde" a consultoria em razão dos erros (Foto: arquivo)

A Prefeitura de Campo Grande lançou um pregão, nesta semana, para contratar empresa de consultoria orçamentária e contábil que vai fazer estudo, treinamento e adequações na Secretaria Municipal de Planejamento, Finanças e Controle, chefiada por Wanderley Ben Hur. O pregão já esta sendo analisado na Câmara de Campo Grande, com o vereador Eduardo Romero (PT do B) se incumbindo de estudar a licitação e a presidente da Comissão de Finanças e Orçamento, Grazielle Machado (PR), ficando até aliviada por ver a possibilidade de diminuírem os “erros” na área orçamentária e financeira da gestão do prefeito Alcides Bernal (PP).

“Veio tarde essa ajuda porque já foi elaborada a principal peça do prefeito, o Orçamento para 2014”, afirmou Grazielle Machado, entendendo que a consultoria poderia ter evitado erros cometidos, como o envio de dois projetos de Orçamento, inclusive com anexos exibindo valores globais diferentes, um de R$ 1,8 bilhão e outro de R$ 2,9 bilhões.

Segundo Grazielle Machado, os erros de soma e de inclusão de anexos são inaceitáveis para uma prefeitura do porte da de Campo Grande, que, segundo ela, conta com um excelente quadro de funcionários. “Nunca esses erros vieram a ser cometidos. Estou há três mandatos na Câmara e nunca vi erros técnicos desta dimensão”, declarou ela.

Para a presidente da Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara, o prefeito Alcides Bernal, ao lançar a licitação, percebeu que há falhas a serem corrigidas na Secretaria de Planejamento, Finanças e Controle. “Pediu reforço através de pregão licitatório para ter uma assessoraria melhor. De uma parte é positivo, aprendizado é sempre bom. De outro lado, realmente a gente vê que o prefeito precisa de um respaldo técnico melhor”, afirmou a vereadora.

Lamenta, porém, que os equívocos já tenham sido praticados em relação a projetos orçamentários, como Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e Lei Orçamentária Anual (LOA), bem como em recentes pedidos de abertura de crédito suplementar, e que esses problemas não estejam restritos à pasta conduzida por Wanderley Ben Hur. “A gente vê que esse despreparo acontece em outras secretarias”, criticou a republicana.

O prefeito Alcides Bernal, na opinião dela, precisa fazer urgentemente reflexão sobre o corpo administrativo que tem à disposição para estar melhor respaldado , tanto em termos técnicos, quanto políticos. “A atuação política dele vem sendo debatida. E agora aparece essa nova vertente da administração, que é a falha técnica”, constatou.

Padrão internacional – O secretário de Planejamento, Finanças e Controle da Capital, Wanderley Ben Hur, negou que o pregão para contratação de consultoria tenha a finalidade de auxiliar no trabalho rotineiro de elaboração de peças orçamentárias ou de abertura de crédito suplementar. “Os erros que aconteceram foram erros humanos. Não tem nada a ver com esse pregão”, garantiu.

Segundo ele, o motivo do pregão é atender a um ditame do Tesouro Nacional que quer que até o final de 2014 todas as entidades governamentais adotem “padrão internacional de contabilidade”. Em Campo Grande, conforme o secretário, houve entendimento de que seria necessário uma consultoria especializada para essa adequação. “É necessário que a gente apresente um plano de contas nesse nível internacional”, explicou.

A consultoria a ser contratada, de acordo com Ben Hur, será responsável pelo estudo das mudanças a serem introduzidas, treinamento dos técnicos da Secretaria de Planejamento, Finanças e Controle e implementação das adequações exigidas.

 



Calma lá... se eu tenho uma equipe formada principalmente em uma secretaria de "planejamento",... me desculpem,... mas quem está ocupando a cadeira é "incompetente". Demissão e pelo menos que seja indicado uma pessoa habilitada em gestão de projetos, pelo menos.
 
Eduardo Semir em 28/09/2013 11:53:32
Que vergonha secretário ter que gastar dinheiro que poderia ser usado para melhoria da saúde, vai ter que gastar para ajudar o secretário a aprender trabalhar? Isto mostra a incompetência desta Administração que ainda tem gente teima em defender.
 
sonia de fatima em 28/09/2013 11:43:04
Por um acaso, esta Edil, chegou a câmara sabendo de tudo...?
 
nilo papito em 28/09/2013 11:22:42
Ben hur com muito cabelo e o Bernal com pouco...essa dupla se completa perfeitamente!
 
Fred Lopes em 28/09/2013 10:53:22
"Estou há três mandatos na Câmara"
Quem ta ha mais de 2 mandatos, larguem o osso, por favor.
Não faça do cargo eleitoral, uma profissão.!
 
Romeu Luitz em 28/09/2013 10:53:19
mais gastos para auxiliar secretario sera que ele tem competência ,9 meses depois pede arrego e diz que não consegue sozinho precisa de ajuda demorou hemmm
 
Francisco de Assis em 28/09/2013 10:46:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions