A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Agosto de 2017

22/04/2015 09:27

Bolsonaro pergunta pelo movimento LGBT e provoca homossexuais e OAB

Antonio Marques e Leonardo Rocha
Bolsonaro chega e provoca os movimentos (foto: Marcelo Calazans)Bolsonaro chega e provoca os movimentos (foto: Marcelo Calazans)

Ao chegar ao Comando Geral da Polícia Militar nesta manhã para receber a Medalha Tiradentes, o deputado federal Jair Bolsonaro perguntou aos jornalistas: “cadê o movimento LGBT”. Ele disse que não é contra homossexual. Porém, ele respondeu com a provocação: “o movimento LGBT ainda não chegou porque trabalhou muito ontem à noite”.

Bolsonaro foi recebido por um grupo de seis pessoas da Brigada 27 na frente do Comando com uma faixa de boas vindas com a frase “Parabéns à PM pela justa homenagem ao Bolsonaro”. O deputado federal disse que sentia-se honrado com a homenagem da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul. Lembrou que serviu ao quartel em Nioaque e que estava feliz em retornar a Campo Grande para uma ocasião tão especial.

Para Bolsonaro, as críticas dos movimentos são "calúnias", pois não é contra homossexual, não é a favor de bater em mulher e do estupro "como dizem". “Nunca disse ser a favor do estupro. A deputado Maria do Rosário é quem estava defendendo um estuprador e eu dei um toco nela”, declarou.

Disse ainda admirar que a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) entre na jogada dos movimentos e classificou a entidade como "braço direito do PT". “Procurem saber se a OAB fez algum protesto contra a caso da Petrobras, pelo contrário”, afirmou.

Bolsanaro se colocou a disposição para participar de um debate ao vivo com os movimentos que o criticam com tema a escolha. “Estou pronto”, arrematou. Sobre sua posição sobre os homossexuais, disse que foi contra a cartilha que “aqueles canalhas” queriam enviar às escolas, que mostravam homens se beijando. “Isso não se trata de ser contra ou a favor dos homossexuais, mas não podemos ensinar as crianças a serem homossexuais”, destacou.

“Que moral o movimento LGBT tem pra me criticar, assim como a OAB. Estou do lado certo e não volto nada no que digo. É uma honra eles me criticarem. Mostra que estou no caminho”, concluiu.

Grupos criam eventos para protestar e apoiar Bolsonaro em Campo Grande
Internautas se mobilizam a favor e contra a presença do deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) em Campo Grande. O parlamentar receberá honraria e se...
Entenda o que é o fundo de campanha e como pode ficar o financiamento eleitoral
Desde que a doação eleitoral por empresas foi proibida pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em 2015, os políticos tentam encontrar uma outra forma de...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions