A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

18/04/2015 16:54

Bolsonaro reage a criticas e garante vir a MS para receber medalha da PM

Aline dos Santos
Bolsonaro é conhecido por declarações polêmicas. (Foto: Reprodução/Facebook)Bolsonaro é conhecido por declarações polêmicas. (Foto: Reprodução/Facebook)

A onda de protesto contra a homenagem da PM (Polícia Militar) fez o deputado federal Jair Bolsonaro (PP/RJ) mudar de ideia e neste sábado, por meio do Facebook, ele anunciou que virá a Campo Grande no dia 22 para ser agraciado com a Medalha Tiradentes.

O parlamentar já havia enviado nota ao comando da corporação informando que não poderia vir à Capital por “conflito de agenda”.

Na postagem de hoje, ele cita matéria do Campo Grande News sobre a iniciativa da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil) e do movimento LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros) para cancelar a homenagem.

“Informo aos amigos de MS, em especial os de Nioaque, onde servi no 9o GAC de 1979 a 1981, que estarei na próxima quarta-feira,às 09 Horas, no Cmdo da PM para receber tal HONRARIA”, postou Bolsonaro na rede social.

Ontem, a Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública) garantiu que não voltaria atrás da decisão. “É uma decisão da PM e não da população. Quando você faz uma festa em sua casa, você escolhe os convidados”, resumiu o secretário Silvio Maluf.

De acordo com o titular da Sejusp, Bolsonaro foi indicado porque colaborou através de projetos para a segurança pública. “A instituição sempre valoriza os parlamentares que brigam por questões salariais e estruturais da policia”, afirmou.

Por outro lado, os autores da nota de repúdio citam a polêmica postura do parlamentar. “O deputado Bolsonaro é antidemocrata, a favor da Ditadura, foi condenado no Rio de Janeiro por discriminar o movimento LGBT. É a favor de bater na mulher mesmo, a favor de tortura”, afirma o presidente da comissão de Direitos Humanos da OAB, Joatan Loureiro.

“Bolsonaro é um ser que abomina qualquer diferença. Defende coisas absurdas, tem um discurso preconceituoso e é contrário as politicas sociais e é a favor até do estupro”, declarou o presidente da Comissão da Diversidade da OAB, Júlio Valcania. 



É muito fácil ser valentão com o dinheiro dos outros.
Ele terá, com certeza, as despesas custeadas com dinheiro da câmara dos deputados.
Quem deveria custear as despesas, é quem fez o convite.
 
Critico em 18/04/2015 22:13:27
Parabéns ao Secretário da SEJUSP por não ceder aos reclames daqueles que são contra a posição de Bolsonaro, afinal, ele é um dos poucos parlamentares e homem determinado nesse país de hipócrates.
 
Sebastião Dussel em 18/04/2015 19:48:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions