A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

12/05/2010 14:44

Câmara de Itaporã pagou por combustível sem ter carro

Redação

O TCE (Tribunal de Contas do Estado) determinou ao ex-presidente da Câmara Municipal de Itaporã, Ademir Osvaldo Bigatão, a devolução de R$ 83.638,42, devidamente atualizados, e condenou o ex-gestor ao pagamento de multa de 30 Uferms (cerca de R$ 420).

De acordo com o relator do processo, conselheiro Osmar Ferreira Dutra, inspeção do tribunal detectou irregularidades como o pagamento de despesas com combustíveis, apesar da Câmara não possuir veículo.

Outras irregularidades encontradas foram despesas com transporte de vereadores sem menção aos objetivos das viagens; despesas com doações, fugindo das atribuições do legislativo e até pagamento de despesas a empresa de propriedade do então presidente da Câmara.

A lista de irregularidades tem ainda despesas com publicidade, sem caráter educativo, informativo ou de orientação, além de pagamento indevido de auxílio financeiro e pensão, entre outras.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions