A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Abril de 2018

07/07/2009 11:07

Câmara decide não mudar aposentadoria de vereador

Redação

Um dia depois de assegurarem que a polêmica mudança na aposentadoria dos vereadores seria votada na próxima semana, a Câmara de Campo Grande recuou e desistiu de incluir os parlamentares no regime de previdência dos servidores públicos municipais.

Na sessão desta terça-feira, o presidente da Casa, vereador Paulo Siufi (PMDB), anunciou que será apresentada uma emenda supressiva do artigo que modificava a LOM (Lei Orgânica do Município) e permitia a alteração no regime de previdência.

De acordo com Siufi, a emenda supressiva, que terá a assinaturas dos 21 vereadores, será apresentada nesta semana.

Pela Constituição Federal, o servidor ocupante de cargo em comissão ou temporário deve ser incluído no regime geral de previdência, ou seja, o INSS (Instituto Nacional de Seguro Social). Desta forma, a LOM entraria em confronto com legislação federal.

Siufi reafirmou que a constituição estadual permite a mudança para prefeitos e vereadores, porém, a Câmara vai aguardar que a justiça decida sobre a constitucionalidade da aposentadoria para deputados.

O presidente da Câmara reafirmou que os vereadores não estavam legislando em favor próprio. Siufi defende que a LOM estava sendo apenas modernizada e que esse "benefício não ia atingir ninguém".

De acordo com ele, alguns vereadores já são aposentados e outros são funcionários públicos e já contribuem para sistema de previdência diferenciado.

Quente - Durante a sessão, os vereadores dirigiram diversas críticas a forma como o tema foi veiculado na imprensa. "Tem jornalista que só vem aqui para pedir dinheiro", reclamou o vereador Carlão (PSB).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions