A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

03/01/2014 15:36

Câmara impõe outra derrota a Bernal e aprova duodécimo de R$ 60 milhões

Josemil Arruda
Câmara fez emenda que elevou correção da verba de 0,97% para 6,8% (Foto: arquivo)Câmara fez emenda que elevou correção da verba de 0,97% para 6,8% (Foto: arquivo)

O duodécimo da Câmara de Campo Grande para este ano de 2014 foi fixado em quase R$ 60 milhões, o que significou um reajuste de 6,8%. O prefeito Alcides Bernal (PP) tinha tentado dar uma correção muito abaixo da inflação - de apenas 0,97% - no orçamento da Câmara, o que representava um acrescimento de pouco mais de R$ 1 milhão, mas os vereadores rejeitaram e aprovaram emenda, do próprio Executivo, que elevou sua receita em R$ 3,77 milhões.

“A correção ficou no mesmo índice de aumento do Orçamento do Município para 2014”, informou o presidente da Câmara de Campo Grande, vereador Mario Cesar, revelando que com isso o duodécimo do Legislativo aumentou de R$ 56,6 milhões, previsto por Bernal no projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA), para cerca de R$ 60 milhões.

Na proposta enviada por Bernal, o repasse para a Câmara de Campo Grande neste ano seria de R$ 56,6 milhões, representando um incremento de 0,97% em relação ao valor recebido pelo Legislativo em 2013.

Com o aumento do número de vereadores na atual legislatura, o reajuste de duodécimo maior ocorreu no ano passado. A previsão no Orçamento do Município para 2013 era de um duodécimo de R$ 55.474.000,00, mas as transferências de créditos realizadas pela Prefeitura de Campo Grande somaram R$ 56.224.000,00 ao longo do último exercício.

Além do aumento do número de vereadores, que passou de 21 para 29, também contribui bastante para o aumento das despesas na Câmara a contratação de mais 56 comissionados para os nove gabinetes a mais.

De 2012 para 2013, houve um incremento de 23,81%, já que o duodécimo da Câmara passou de R$ 45.408.000,00 para R$ 56.224.000,00. No ano de 2011, o Orçamento previu duodécimo de R$ 40.408.000,00, integralmente realizado, tendo havido acréscimo de 11,29% no ano seguinte.

 

 

*Corrigida às 16h23

 



é uma vergonha duodécimo , já que os trabalhadores " comuns apenas tem um décimo terceiro magro para pagarem as contas que o governo manda no início do ano. Já os políticos, muitos usam a política como meio de enriquecimento, tanto é que no dizem que no Brasil alguns dos candidatos a deputado federal gastam mais dinheiro na campanha do que vão receber em salário durante todo o seu mandato. Um pouco também é culpa do povo, nas eleíções são renovadas aproximadamente 1/3 das vagas, ou seja, não há uma mudança significativa e continuam lá os politicos representantes das elites.
 
Evandir Ribeiro em 03/01/2014 19:54:02
e bom pessoal marca os nomes desses vereadores que não estão fazendo nada por campo grande e nas próximas eleições não votarem neles se vir oferecer dinheiro pegue mas não votem nem covarde da sociedade de campo grande que não estão fazendo nada....
 
wagner roberto em 03/01/2014 19:38:57
Esses edis golpistas tem é que trabalhar, e esse dinheiro aplicar em obras para o povo; afinal é dinheiro do povo; e outra coisa as eleições tem que ser de 4 em 4 anos e tem que ser gerais e não em 2 em 2 anos; e tudo afinal de contas é o povo quem paga; o povo tem que começar um movimento para eleições gerais, já.
 
Hermes de Campos em 03/01/2014 18:26:18
60 milhões jogados fora. Até parece que somos um país rico e sério.
 
adelar francisco taffarel em 03/01/2014 17:35:38
Sem união, um só terá medo de toda uma polícia. Nos unamos.
 
Cristiano Arruda em 03/01/2014 17:15:24
E ainda tem otário que acredita que essa parranda trabalha em prol de Campo Grande, brincadeira passaram o ano inteiro de picuinha com o prefeito e agora se dão aumento. deveriam ir trabalhar.Só aqui mesmo........
 
Jose Roque Leite em 03/01/2014 16:52:05
É UMA VERGONHA, OS VEREADORES SEMPRE ACABAM FAZENDO O QUE ELES QUEREM, E NÓS O POVO ACEITAMOS TUDO DE BRAÇOS CRUZADOS...
 
jose carlos em 03/01/2014 16:34:55
Bom, com o aumento que os vereadores deram a si próprio, poderiam pagar os aluguéis atrasados da câmara (se o valor cobrado não é o real, isto é outra situação), tem que pagar, e pensar em construir uma sede própria, ou até mesmo pegar a antiga rodoviária e reformar.
 
Alex Arce Durand em 03/01/2014 16:09:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions