A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

27/01/2014 17:42

Câmara pode não recorrer e esperar decisão final do TJMS sobre Bernal

Josemil Arruda
Mario diz que é preciso superar judicialização do processo de cassação (Foto:arquivo)Mario diz que é preciso superar judicialização do processo de cassação (Foto:arquivo)

O presidente da Câmara de Campo Grande, vereador Mario Cesar (PMDB), admitiu esta tarde a possibilidade de não manejar novo recursos e esperar o julgamento de mérito da apelação do mandado de segurança do prefeito Alcides Bernal (PP) pelo Tribunal de Justiça do Estado. Como a discussão ficou muito em cima de rito processual, com “guerras de liminares”, Mario disse que gostaria que o judiciário desse uma posição final sobre o processo de cassação do prefeito.

Recém-chegado de um período de descaso no Rio de Janeiro, Mario Cesar conversou hoje com o procurador jurídico da Câmara, André Luiz Pereira da Silva, sobre as alternativas diante da decisão colegiada da 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça, por dois votos a um, dar efeito suspensivo à apelação do mandado de segurança, impedindo, assim, que os vereadores retomem o julgamento de Bernal até que saia decisão de mérito.

“Nosso procurador disse que a questão ficou muito mais judicializada do que político-administrativa. Em nenhum momento se questionou o mérito da Comissão Processante ou do julgamento na Câmara. Está sendo discutido só forma, rito”, disse Mario Cesar. Quanto à possibilidade de ingressar com alguma medida no Superior Tribunal de Justiça, hipótese que chegou a ser considerada no final do ano passado, ele demonstrou pouco entusiasmo. “Vamos ver”, limitou-se a dizer.

Indagado se não seria mais fácil para a Câmara criar uma segunda Comissão Processante, o vereador peemedebista respondeu: “Eu acho que não. Como já judicializou a primeira, acho que tem de decidir até o fim”.

Assembleia recebe prestação de contas e fará limpeza de pauta antes do recesso
A última semana de trabalho do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul em 2017 será aberta com a audiência pública para prestação de contas do govern...
Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...


São tudo farinha do mesmo saco ,,,na próxima eleição todos fora.....
 
Edison maziero em 01/02/2014 17:27:24
ate tenho vontade de comentar,mas acho que nas circustancias dos fatos serao invao esse chove nao molha ja esta ficando sem graça nada muda, justiça nao deixa os veradores nao tem automia na sua propria casa isso e na camara acho que o povo para sempre o pato!!
 
Assuero domicio de sa em 28/01/2014 15:08:56
Como deu chabú.... ele esta desconversando a conversa....
Para sair de mansinho e tudo bem... afinal...........
Tá tudo em casa mesmo
 
Ricardo Piazza em 27/01/2014 18:01:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions