A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

05/02/2014 12:33

Câmara terá audiência para debater taxas de água e esgoto

Kleber Clajus

Os vereadores de Campo Grande debatem em audiência pública, no dia 18 de fevereiro, o valor atribuído às ligações de esgoto e as taxas cobradas pela concessionária Águas Guariroba na Capital. A justificativa para o encontro, agendado para as 14h30, diz respeito ao grande número de reclamações de moradores.

“Queremos entender porque são muito caras as taxas praticadas para os serviços de água e esgoto. Hoje a ligação de esgoto custa R$ 530 e se cobra pelo serviço 70% do valor da conta de água. É importante a empresa vir se explicar”, comenta Chiquinho Telles (PSD), responsável por propor a audiência.

Telles comenta ainda que a motivação para iniciar o ciclo de audiências na Câmara levou em consideração o questionamento de moradores da região do Imbirussu. No local, um abaixo-assinado questionando os valores cobrados pela concessionária conta com mais de mil assinaturas.

Para Eduardo Romero (PT do B), não se discute a importância de se manter uma rede de saneamento eficiente, mas se faz necessário explicar os termos contratuais entre a concessionária e a Prefeitura de Campo Grande para afastar dúvidas em torno das taxas cobradas.

“Ainda é mais vantajoso fazer a ligação na rede coletora do que abrir uma fossa séptica, do ponto de vista econômico e ambiental. Em contrapartida, precisamos entender porque elas não são feitas e qual o benefício para quem está ou não na rede”, explica Romero.

Já Carlos Augusto, o Carlão (PSB), lembra que investigação semelhante também foi realizada na legislatura passada.

Outro lado – Em nota, a Águas Guariroba ressalta que está à disposição para prestar esclarecimentos aos vereadores e que cumpre a legislação.

“Tanto a obrigatoriedade da ligação à rede de esgoto, quanto a cobrança pela conexão e uso dos serviços, estão previstas no contrato de concessão firmado com o Município em 2000 e em leis municipal, estadual e na Lei Federal 11.445/2007 (Art. 45)”, ressalta a assessoria.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions