A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

08/07/2014 11:01

Câmara vota LDO de Campo Grande para 2015 com 37 emendas

Marta Ferreira e Kleber Clajus
O presidente da Câmara de Vereadores, Mário César, destacou crescimento do orçamento municipal. (Foto: Marcos Ermínio)O presidente da Câmara de Vereadores, Mário César, destacou crescimento do orçamento municipal. (Foto: Marcos Ermínio)

O projeto da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para Campo Grande em 2015 foi colocado em votação hoje na Câmara dos Vereadores com 37 das 73 emendas apresentadas pelos vereadores no relatório da vice-presidente da Comissão Permanente de Finanças Orçamento, Graziele Machado (PR), responsável pelo documento. Isso quer dizer que, do total de emendas, quase metade, 36, foi descartada no relatório final. Outras cinco emendas possuem ressalvas e devem passar por análise para serem confirmadas.

Graziele informou que a LDO que a redução foi um ajuste na proposta de lei, que tem previsão de segunda votação já na quinta-feira. O texto prevê um orçamento 9,1% maior que o deste ano, de R$ 3,274 bilhões, contra R$ 2,990 bilhões de 2014. O investimento previsto é de R$ 600 milhões.

Para o presidente da Câmara, o vereador Mário César (PMDB), a tramitação ção da Lei de Diretrizes Orçamentárias para o próximo ano está mais tranquila, por ter chegado no prazo na Casa e sem necessidade de correções. Ele destaca o aumento do valor do orçamento, lembrando que, para este ano, o crescimento foi de apenas 0,61%. Agora, o crescimento será acima da inflação deste ano, que está acumulado em torno de 6%.

O parlamentar Eduardo Romero (PT do B) comentou, ainda, que as seções itinerantes e a realização de audiências públicas foram fundamentais para a definição das emendas a serem apresentadas ao projeto. “A LDO não é ação concreta, mas indica o rumo que será tomado no orçamento”. A peça orçamentária, que indica como serão gastos os recursos do município, é aprovada no fim do ano.

A proposta da LDO deverá ser aprovada a até o fim do recesso do primeiro semestre, previsto para 17 de julho.

Audiência na Câmara discute projeto da LDO nesta 4ª feira
Com valor de R$ 3,2 bilhões, a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) será discutida em audiência pública hoje na Câmara Municipal de Campo Grande. O ...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions