A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

22/08/2012 13:04

Candidatos abrem programas na TV com estratégias diferentes

Paula Vitorino

No primeiro programa da campanha eleitoral gratuita na televisão, candidatos a prefeitura de Campo Grande mostraram a cara para os eleitores e deram o tom de como serão o horário eleitoral, considerado decisivo para o processo eleitoral. Cada um apelou para uma estratégia.

O primeiro a aparecer foi o candidato do PMDB, Edson Giroto, que contou com a presença e fala do governador André Puccinelli, além do apoio do prefeito Nelson Trad Filho.

O programa terminou apresentando para o público sua marca popular, que deve ficar por conta da paródia com o jingle da música chiclete e sensação do momento, Camaro Amarelo.

Em seguida, o candidato Vander Loubet do PT utilizou o primeiro programa eleitoral para contar sua trajetória de vida. Com destaque, o programa utilizou a emoção, já começando com a dedicatória para a jornalista morta nesta semana, Margarida Marques.

Vander chegou a chorar na gravação ao contar sobre sua avó, lembrar da infância em Porto Murtinho e falar dos filhos, especialmente de carta escrita pela filha. Como pano de fundo, a presidente Dilma e ex-presidente Lula marcaram presença em imagens.

O terceiro candidato a aparecer foi Reinaldo Azambuja, do PSDB. O programa chamou a atenção pela qualidade estética e dinamismo. O candidato aproveitou o tempo para apresentar como foi montado seu plano de governo.

No final, o programa fez uma breve apresentação da trajetória de Azambuja e enfatizou o fato do candidato ser campo-grandense.

Em seguida, o candidato Suél Ferranti do PSTU apresentou suas propostas no tempo de pouco mais de 1 minuto. Os candidatos Sidney Melo, do PSOL, e Marcelo Bluma, do PV, também apresentam suas propostas no curto espaço. Em comum, os três candidatos optaram pelo programa feito em estúdio, uma opção para a campanha com verbas reduzidas.

Quem encerrou o programa eleitoral foi o candidato Alcides Bernal, do PP. O candidato utilizou o tempo para enfatizar sua “luta” para continuar na disputa eleitoral e o motivo de decidir encarar a eleição mesmo sem partido aliado, lembrando questões que movimentaram a pré-eleição, como a disputa pelo apoio dos partidos menores, que resultou em chapas puras (sem partidos aliados) de candidatos.

Horário é dos vereadores, mas candidatos a prefeito aparecem
Além de Giroto e Vander, André e Nelsinho também apareceram no vídeoFoi ao ar no início da tarde desta terça-feira (21) a primeira propaganda eleito...
Presidente Michel Temer deve ter alta na manhã desta sexta-feira
O presidente Michel Temer deverá ter alta hospitalar na manhã desta sexta-feira (15), informou o médico Roberto Kalil Filho, que coordena os cuidados...


Podemos considerar toda propaganda política como sendo
uma publicidade enganosa conforme preconiza o Código de Defesa do Consumidor?
 
ISSAMI MARIO WATANABE em 22/08/2012 08:06:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions