A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

10/10/2016 12:30

Candidatos pregam campanha limpa no primeiro programa do 2° turno

Cada candidato terá agora dez minutos de programa na TV

Leonardo Rocha
Programa lembrou a origem humilde de Rose e o fato dela ser ficha limpa (Foto: Alcides Neto)Programa lembrou a origem humilde de Rose e o fato dela ser ficha limpa (Foto: Alcides Neto)
Marquinhos apresentou projetos e diz que fará campanha limpa, sem ataques (Foto: Alcides Neto)Marquinhos apresentou projetos e diz que fará campanha limpa, sem ataques (Foto: Alcides Neto)

Os candidatos a prefeito pediram uma "campanha limpa", sem ataques "desleais", no primeiro programa de TV, do 2° turno, em Campo Grande. Com dez minutos cada, ainda aproveitaram para citar projetos e tentar buscar os eleitores que faltaram ou votaram nulo, no dia 2 de outubro.

Marquinhos Trad (PSD) abriu o programa eleitoral, dizendo que vai realizar uma campanha limpa, sem ataques a sua adversária, assim como fez na primeira etapa. Ele citou que houveram "ataques" contra ele e a família, mas que conseguiu "responder com propostas".

"Houve uma grande armação, que eu recebi sem trabalhar, mas provei o contrário". Ele espera um "debate de ideias" no 2° turno. Sobre os apoios, disse que não houve negociação de cargos e garantiu que não haverá "perseguição" contra servidores, caso seja eleito. "Os bons vão permanecer conosco".

Ele também citou a segurança, lembrando que houve um aumento do número de roubos nos últimos anos. "Esta área é responsabilidade do Estado, mas o prefeito tem como ajudar. Vamos reequipar a guarda municipal, ampliando as rondas nas escolas, praças e parques, assim como videomonitoramento".

Já Rose Modesto (PSDB) começou seu programa comparando a sua origem humilde, com a do seu adversário. Depois agradeceu os votos do 1° turno e pediu uma campanha "limpa e honesta", com propostas claras. Ainda citou que sofreu ataques "lamentáveis e desleais".

A tucana criticou a "velha política" de gestões anteriores, que gerou fila nos postos de saúde, violência na cidade e casos de corrupção, lembrando que nunca respondeu a processo e sequer foi denunciada à Justiça. "Tenho orgulho de ser filha limpa, que deve ser a obrigação de todo político".

A candidata lembrou dos eleitores que votaram nulo nem compareceram as urnas, ao observar que "quando o cidadão de bem não vota, toda cidade perde". O programa ainda teve a apresentação de projetos que ela fez parte, como: Tocando em Frente, Rede Solidária, ampliação do Vale Universidade e Caravana da Saúde.

Os vereadores mais votados da coligação, como André Salineiro (PSDB), Odilon de Oliveira Jr (PSDB) e Lívio Viana (PSDB), também pediram apoio para a tucana, além do candidato derrotado, Coronel David (PSC). Foi lembrado que a candidata elegeu 15 vereadores na Capital, enquanto que o adversário apenas seis. "Ainda temos o apoio da maioria dos deputados e do governador".



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions