A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

17/06/2016 11:59

Chefe da Guarda deverá explicar falta de policiamento em prédios públicos

Alberto Dias

Ataques de vandalismo motivados pela falta de segurança em escolas, Ceinfs (Centros de Educação Infantil) e unidades de saúde chamou a atenção do Legistativo de Campo Grande, que cobra providências do prefeito Alcides Bernal (PP). Nesta sexta-feira (17), um requerimento chegou à Prefeitura, convocando o chefe da Guarda Municipal, Marcos Cesar Hobel Escanaichi, a explicar como funciona o policiamento dos prédios públicos.

O pedido foi motivado por reportagem publicada pelo Campo Grande News na terça-feira (14) denunciando a invasão e depredação da UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do bairro Serradinho, ocorrida no último fim de semana. A informação é do autor do requerimento, vereador Edil Albuquerque (PTB), que questiona se o efetivo hoje é suficiente e por que não havia guardas nas escolas, creches e unidades de saúde invadidas.

Já no quinto mandato, o parlamentar ressalta que novos aparelhos públicos foram inaugurados nos últimos anos. "Campo Grande cresceu, é uma evolução natural. E o efetivo da guarda, cresceu também para cuidar de tudo isso?", questiona o petebista, lembrando que na semana passada, durante a sessão que votou o polêmico projeto da "Lei da Mordaça", a Câmara contratou seguranças particulares pois não havia efetivo disponível para reforçar o policiamento da casa de leis de modo a conter os movimentos sociais, se necessário.

O requerimento questiona ainda um possível desvio de função, uma vez que guardas municipais estariam focados no policiamento de trânsito, inclusive aplicando multas, deixando de lado a função prioritária de garantir a segurança de prédios públicos. Outro caso recente ocorreu em 17 de abril, quando um incêndio criminoso queimou colchonetes e colocou em risco um Ceinf (Centro de Educação Infantil) no bairro Noroeste. Também era domingo e não havia alunos e professores no local, facilitando a invasão.

Incêndio criminoso destrói colchonetes em Ceinf do Bairro Noroeste
Pelo menos 10 colchonetes foram incendiados em um Ceinf (Centro de Educação Infantil), no final da tarde deste domingo (17), na Rua Indianópolis, no ...
Comissão do Congresso deve agilizar aprovação de projetos em segurança pública
O presidente do Senado, Eunício Oliveira, disse nesta segunda-feira (21) que uma comissão mista, de senadores e deputados ligados à área de segurança...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions