A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

29/06/2014 14:50

Cinco candidatos ao governo estadual já confirmaram disputa em MS

Leonardo Rocha

Faltando um dia para o fechamento das convenções partidárias em Mato Grosso do Sul, cinco candidatos ao governo confirmaram participação na eleição deste ano. Para disputa estarão o senador Delcídio do Amaral (PT), o ex-prefeito Nelsinho Trad (PMDB), o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) e os professores Sidney Mello (PSOL) e Marco Antônio Monje.

A coligação do PMDB tem como opção o ex-prefeito Nelsinho Trad, que tem como vice a pastora Janete Morais (PSB), filha do empresário Antônio Moraes. A chapa ainda conta com a vice-governadora Simone Tebet (PMDB), opção ao Senado, o primeiro suplente, o empresário Celso Del Lago (PMDB) e o segundo suplente, o ex-governador Moacir Kohl (PSB).

Nesta coligação do PMDB ainda estão os partidos PRTB, PTN, PHS, PSC, PTdoB, PPL, PRB, PEN e PSB. O partido realizou sua convenção partidária neste domingo (29) de manhã, que contou com a presença das principais lideranças da legenda, entre eles o governador André Puccinelli e o senador Waldemir Moka.

Na sexta-feira (27) dois candidatos confirmaram presença no pleito eleitoral. Por volta das15h, o senador Delcídio do Amaral (PT) foi homologado para disputa estadual, tendo como vice o deputado Londres Machado (PR). O médico Ricardo Ayache será o candidato ao Senado, e como suplentes ficaram a professora Leocádia Leocádia Petry Leme (PDT) e Joede Guimarães (PRP), como segundo (suplente).

A coligação do petista tem a participação dos partidos PR, PROS, PV, PTC, PCdoB, PSL, PRP, PTB, PDT e PSDC. A convenção do PT contou com a participação do ex-presidente Lula, que veio prestigiar a campanha do senador Delcídio.

No mesmo dia, a partir das 18h, o deputado Reinaldo Azambuja (PSDB) foi confirmado como candidato ao governo, tendo como vice a vereadora Rose Modesto (PSDB) e o empresário Antônio João Hugo Rodrigues, como candidato ao Senado.

A coligação que conta com PSB, PPS, DEM, o Solidariedade e PMN, ainda não definiu os nomes dos dois suplentes ao Senado. A convenção não teve lideranças nacionais e contou com o apoio dos representantes de cada legenda aliada.

Frente Esquerda – Como representantes da frente esquerda de Mato Grosso do Sul, novamente o PSOL e PSTU lançaram chapa pura, com candidatos ao governo estadual. O professor Sidney Mello (PSOL) que já havia concorrido na última eleição para prefeito de Campo Grande, colocou novamente seu nome a disposição.

Completando a chapa do PSOL, está o professor Waldely Vaneli como candidato a vice e o presidente regional do partido, Lucien Rezende, como opção ao Senado. Já o PSTU fez uma mudança, desta vez aposta no professor Marco Antônio Monje para candidato ao governo e Suel Ferranti sairá como vice, tendo Valdemir Cassemiro como alternativa ao Senado.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions