A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

04/06/2014 14:13

Com anúncio de obras em 15 dias, audiência pública reúne 13 vereadores

Intervenção de R$ 63,7 milhões no Complexo Mata do Jacinto aguarda homologação para pavimentação e drenagem

Kleber Clajus
Na audiência de hoje apenas 13 vereadores estiveram presentes, mesmo que alguns só de passagem (Foto: Kleber Clajus)Na audiência de hoje apenas 13 vereadores estiveram presentes, mesmo que alguns só de passagem (Foto: Kleber Clajus)

Durante audiência pública na Câmara Municipal de Campo Grande, nesta quarta-feira (4), foi confirmado início de obras de drenagem e asfalto no Complexo Mata do Jacinto em até 15 dias. O investimento foi lembrado dentre as intervenções realizadas na Região do Prosa, que teve diálogo entre comunidade e Executivo acompanhado hoje por 13 vereadores.

O secretário Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, Semy Ferraz, disse que até o dia 15 de junho a Prefeitura pretende dar início a primeira das cinco etapas de pavimentação e drenagem do Complexo Mata do Jacinto. As obras, avaliadas em R$ 63,7 milhões, pretendem eliminar “ilhas” de ruas sem asfalto dentro de bairros que compõe a região. O recurso é proveniente do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) Pavimentação e Qualificação de Vias Urbanas.

Na audiência de hoje apenas 13 dos 29 vereadoers vereadores estiveram presentes, mesmo que alguns só de passagem. Na lista estão: Chiquinho Telles (PSD), Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), Edson Shimabukuro (PTB), Gilmar da Cruz (PRB), Magali Picarelli (PMDB), Paulo Siufi (PMDB), Otávio Trad (PT do B), Zeca (PT), Ayrton Araújo (PT), Luiza Ribeiro (PPS), Paulo Pedra (PDT), Carla Stephanini (PMDB) e Mario Cesar (PMDB).

Em contrapartida, o Executivo enviou representantes de todas as secretarias e as lideranças comunitárias se organizaram a ponto do evento ter duração próxima de duas horas de duração.

Outras obras – Além do início das obras no Complexo Mata do Jacinto, Semy Ferraz também listou o andamento de outras obras na região do Prosa.

O Ceinf (Centro de Educação Infantil) do Noroeste, estaria 70% concluído, mas com atraso no cronograma por não se conseguir realizar o repasse para a construtora por etapas executadas neste ano.

A pavimentação e drenagem no Taquaral Bosque, Bosque da Esperança e Jardim Arco Íris, orçada em R$ 3,3 milhões, enfrenta lentidão na aprovação de projetos executivos na Caixa Econômica Federal, mesmo problema da praça do Parque Taquaral avaliada em R$ 5 milhões.

Das obras em execução o caso mais crítico, no entanto, é o da praça de Esporte e da Cultura no Jardim Noroeste. O secretário explicou que o valor licitado foi de R$ 2,4 milhões, mas o aditivo de R$ 1,1 milhão supera o percentual de 25% autorizado no contrato.

Ainda durante a audiência, a titular da SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social), Janete Belini, explicou que a paralisação de obras do CRAS (Centro Regional de Assistência Social) do Noroeste depende de “ajustes” e o do Hércules Mandetta, no bairro Novos Estados, deve ter reforma iniciada ainda neste mês.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions