A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

23/10/2009 08:50

Com déficit de R$ 2,1 milhões, Artuzi 'fecha' prefeitura

Redação

O prefeito de Dourados, Ari Artuzi (PDT), "fechou" a prefeitura nesta sexta-feira em apoio ao "Dia Nacional em Defesa dos Municípios", deflagrado em todo o país pela CNM (Confederação Nacional dos Municípios). Apenas as secretarias de Saúde e de Educação e o Departamento de Licitações funcionam normalmente hoje. Os demais órgãos municipais permanecem fechados.

Em ato de apoio ao movimento, realizado na manhã desta sexta, no auditório da prefeitura, Artuzi anunciou que Dourados vem enfrentando um déficit médio mensal de R$ 2,1 milhões em função de queda no repasse do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) e do ICMS.

Um vídeo produzido pela Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) sobre a situação financeira das prefeituras foi apresentado na reunião a empresários, vereadores, secretários municipais e fornecedores. A secretária municipal de Finanças, Ignês Boschetti Medeiros, mostrou uma planilha sobre o comportamento da receita do município, que caiu de R$ 15 milhões para R$ 12 milhões nos últimos meses.

O presidente da Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados), Inio Coalho, falou em nome dos empresários e defendeu a aprovação da reforma tributária. Segundo ele, é preciso também que o Congresso Nacional crie regras para diminuir a carga repassada pela União para Estados e municípios, que assumiram a maioria dos serviços públicos, sem a contrapartida equivalente em recursos.

Artuzi afirmou que o dinheiro que deixou de entrar no cofre da prefeitura poderia ajudar na manutenção das ruas e na melhoria do serviço de saúde, os dois setores mais criticados pela população atualmente.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions