A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Outubro de 2019

18/06/2019 13:01

Com mudanças, comissão poderá propor plano de segurança pública

Deputados aprovaram projeto que amplia as atribuições da comissão de segurança da Assembleia

Leonardo Rocha
Deputados Carlos Alberto David (PSL), Renan Contar (PSL), Marçal Filho (PSDB) e Lídio Lopes (Patri), durante sessão (Foto: Luciana Nassar/ALMS)Deputados Carlos Alberto David (PSL), Renan Contar (PSL), Marçal Filho (PSDB) e Lídio Lopes (Patri), durante sessão (Foto: Luciana Nassar/ALMS)

Os deputados aprovaram, em primeira votação, o projeto que muda as atribuições da comissão de segurança da Assembleia. Com as alterações, o grupo de trabalho poderá apresentar planos de segurança pública, requisitar dados e informações da pasta, além de conceder “apoio político” às demandas do Estado.

“A comissão tem uma função limitada e burocrática, nossa intenção é dar dinâmica e celeridade aos trabalhos, concedendo mais protagonismo ao grupo, que tinha atribuições muito tímidas”, explicou o deputado Carlos Alberto David (PSL), autor do projeto e presidente da comissão.

Ele citou que com as mudanças, a comissão poderá elaborar e propor planos de segurança pública, requisitar dados e informações dos órgãos de segurança, assim como ter um contato maior com o poder público. “Faremos um acompanhamento mais efetivo, com um trabalho conjunto”.

Ganhando este “protagonismo”, David disse que o grupo poderá dar “apoio político” ao Estado, defendendo as demandas de segurança junto ao governo federal. “Já estamos fazendo este contato, com a intenção de ter mais investimentos da União neste setor”, ponderou.

O projeto segue para segunda votação. A comissão de segurança é formada pelos deputados: Carlos Alberto David (PSL), José Almi (PT), Renan Contar (PSL), José Carlos Barbosa (DEM) e Marçal Filho (PSDB).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions