A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

23/07/2016 11:01

Com pouca adesão, grupo tenta não deixar impeachment ser esquecido

Guilherme Henri e Aline dos Santos
Integrantes do Reaja Brasil adesivaram veículos nesta manhã (Foto: Alcides Neto)Integrantes do Reaja Brasil adesivaram veículos nesta manhã (Foto: Alcides Neto)

Para não deixar que a população se esqueça sobre o processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT), o movimento Reaja Brasil realizou na manhã deste sábado (23), na Capital, um “esquenta” de outra mobilização que deve acontecer no início de agosto, para pedir que ela deixe o cargo definitivamente.

A mobilização foi realizada no cruzamento da avenida Mato Grosso e Rua Bahia, das 9h30 às 11h, no centro de Campo Grande, porém teve pouca adesão por parte dos manifestantes que somavam em torno de 15 pessoas.

Mesmo em poucos, o grupo adesivou carros com as frases “fora Dilma, fora Lula e fora PT” e “Reaja Brasil ou você vai ou a Dilma volta” e ainda pediu para que quem passasse pelo local buzinasse em apoio a causa.

Para a empresária Maria Tereza Ferreira, a sociedade está mais consciente com o que acontece no país, no entanto, ainda não entende direito o que o impeachment significa. “Muitos se esqueceram que a votação que deve definir se a presidenta deixará definitivamente o cargo será realizada em agosto. Para alguns o processo já acabou, pois Dilma está afastada”, lembra.

Além da bandeira a favor do impeachment de Dilma, a pauta do Reaja Brasil também foi de apoio a operação Lava Jato. Para isso, na mobilização o grupo contou com um totem do juiz Sergio moro, responsável pela operação.

O Reaja Brasil é um grupo formado por vários movimentos pró impeachment, como por exemplo o Chega de Impostos e o Pátria Livre.

Presidente Michel Temer deve ter alta na manhã desta sexta-feira
O presidente Michel Temer deverá ter alta hospitalar na manhã desta sexta-feira (15), informou o médico Roberto Kalil Filho, que coordena os cuidados...
Interrogatório de Lula na Operação Zelotes é marcado para fevereiro de 2018
A Justiça Federal em Brasília marcou para o dia 20 de fevereiro de 2018 os interrogatórios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de seu filho ...
Senado aprova desconto de dívidas de produtores rurais e texto segue para sanção
O Senado concluiu a votação, nesta quinta-feira (14), do projeto que permite a renegociação das dívidas de produtores rurais, estabelecendo descontos...


Além da bandeira a favor do golpe..ops.. impeachment, a pauta do Reaja Brasil também foi de apoio a operação Lava Jato.

Eles só falam isto para constar ou que se opere, que se lave somente um lado..ou mais especificamente aqles "vermelho", como eles denominam....Mas, nunca falam ou protestam ou pedem para seguir, para ter maior apuração, para que peguem ou façam a "justiça" com os que são "verde/amarelo", os deles..que são ou sempre foram a maioria.

Alem de não falar dos próprios membros em nível nacional, que são tanto quanto imorais ou receberam $$ para se manifestar contra a corrupção atual...ou aqla que seus lideres sempre praticaram ou estão envolvidos...mas não se faz nada...Que o diga o 8x citado cidadão de senador de Minas Gerais.

Justiça para todos...e não essa seletiva.
 
Lucio Borges Ortega em 23/07/2016 12:26:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions