A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

19/03/2012 08:43

Com reuniões constantes, oposição pode lançar candidato único na Capital

Wendell Reis

PT já aceita a possibilidade de candidatura única de partidos da oposição

Grupo da oposição está se reunindo constantemente para decidir os rumos da eleição(Foto: Wendell Reis)Grupo da oposição está se reunindo constantemente para decidir os rumos da eleição(Foto: Wendell Reis)

Os pré-candidatos à Prefeitura de Campo Grande pela oposição se reúnem na manhã desta segunda-feira (19) na casa do senador Delcídio Amaral (PT), em Campo Grande, para discutir os rumos dos partidos nas eleições em 2012. O encontro tem por objetivo discutir a situação política dos partidos no Estado.

A primeira reunião, na segunda-feira (5), também na casa do senador Delcídio, mostrou uma diferença de ideias que se arrasta desde que o PT lançou a pré-candidatura de Vander Loubet (PT). Isso porque, enquanto partidos como o PDT, PP e PSD defendem um único candidato, o PT acredita que será melhor que todos lancem candidatura, para poder levar a disputa para o segundo turno.

Mudança de comportamento - Apesar de entender que seria melhor o lançamento de várias candidaturas, o PT já começa a pensar na possibilidade de candidatura única. O deputado Vander Loubet explica que as reuniões servem para analisar o cenário e decidir, lá na frente, se será melhor unificar ou lançar várias candidaturas. Indagado sobre a mudança de postura do PT, o deputado explica que quando se submete a formar um grupo, deve-se respeitar a posição dos demais.

Os partidos da oposição também estão se juntando para manter a afinação no interior do Estado. Segundo Vander, as reuniões servem para analisar o quadro e verificar em quais municípios é possível unir e construir um bloco de oposição.

A união da oposição vai de encontro aos planos do governador André Puccinelli (PMDB), que também reuniu seus deputados - 17 - na Assembleia Legislativa para pedir uma afinação no interior, para evitar perda de dinheiro e de espaço.

A luta para conquistar espaço tem uma explicação: o reflexo das eleições de 2012 na escolha do próximo candidato ao Governo do Estado. À frente da tentativa de união da oposição, Delcídio vai tentando pavimentar a sua já declarada pré-candidatura ao Governo do Estado em 2014, sabendo que quanto mais eleitos neste ano, maior a força para as próximas eleições.



Ninguem mais que o senador Delcio tem interesse em fazer o prefeito de Campo Grande e entendo que o ex governador Zeca do PT é um nome forte e com grande possibilidade de vitoria , e esta oportunidade n se pode deixar passar , ja que o ex- governador é uma pessoa experiente e tem tudo para ser um grande prefeito , tendo o senador Delcio nos dois anos final como governador - Vamos para vitoria.
 
eduardo de mayo em 19/03/2012 11:47:59
Eu quero saber porque o PT não lança o Zeca p/ disputar a prefeitura de Campo Grande, se lançar o Zeca o PT pode tranquilamente ter um nome forte em 2.014 p/ governo do estado, basta o Zeca como prefeito fazer uma boa administração,e lançar o Delcidio p/ o governo, ai fica Zeca na prefeitura e Delcidio Governador, esse nome do Vander p/ prefeitura não vai virar, ele não vai nem p/ o 2º turno.
 
heitor garcia em 19/03/2012 11:20:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions