A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

20/08/2016 11:12

Com R$ 47 milhões, candidato de Anastácio lidera ranking dos mais ricos

Aline dos Santos

O clube dos milionários tem 40 candidatos a prefeito em Mato Grosso do Sul. O mais rico é Nildo Alves de Albres (PSDB), que disputa a prefeitura de Anastácio.

Ex-prefeito, o candidato declarou à Justiça Eleitoral patrimônio de R$ 47.954.876,08. O montante é distribuído por fazendas, avião e veículos.

O segundo no ranking é Walter Schlatter (PMDB), candidato a prefeito de Chapadão do Sul. Declarou R$ 32.849.679,97 em bens, conforme os dados registrados na Justiça Eleitoral, a maioria aplicações, parcelas de fazendas, imóveis e veículos.

Delano de Oliveira Huber (PSDB), que disputa a prefeitura de Camapuã, é o terceiro da lista. O candidato declarou à Justiça Eleitoral patrimônio de R$ 21.973.757,20.

Na quarta colocação aparece Waldeli dos Santos Rosa (PR), que tenta a reeleição em Costa Rica e declarou bens no valor de R$ 15.342.181,55.

Da lista de milionários, metade é filiada ao PSDB. Além de Nildo e Delano, a lista dos 20 tucanos é composta por Odilon Ribeiro (Aquidauana), Edinaldo Luiz de Melo Bandeira (Amambai), Pedro Arlei Caravina (Bataguassu), Mateus Palma (Caarapó), Marcela Lopes (Corguinho), Professora Evair Gomes Nogueira (Costa Rica), Edilsom Zandona de Souza (Dois Irmãos do Buriti), Geraldo Resende (Dourados), Rogério Rosalin (Figueirão), Jair Scapini (Guia Lopes da Laguna), José Arnaldo Ferreira de Melo (Inocência), Marcos Pacco (Itaporã), Roberto Hashioka (Nova Andradina), Dirceu Bettoni (Paranhos), Hélio Peluffo (Ponta Porã), Donato Lopes da Silva (Rio Birilhante), Francisco de Paula Ribeiro Júnior (Rochedo) e Maria Clarice Ewerling (Sonora).

Outros cinco candidatos são do PMDB: Ildomar Carneiro Fernandes (Alcinópolis), Manoel Nery (Camapuã), Euclides Teodoro de Campos (Inocência), Maurício Ferreira Azambuja (Maracaju) e Paulo César Lima Silveira (Ribas do Rio Pardo). O PDT tem três candidatos que declararam patrimônio superior a R$ 1 milhão: Gilmar Vicentin (Amambai), Paulo Duarte (Corumbá) e Ludimar Novais (Ponta Porã). O PSD também tem um trio de candidatos: Marcos Trad (Campo Grande), Armando Vieira Borges (Cassilândia) e Gilson Cruz (Juti).

Dois candidatos são do PTB: Walberto Laurindo de Oliveira (Corguinho) e João Cassiano de Souza (Paraíso das Águas). O PR também tem dois milionários: Waldeli (Costa Rica) e Ilda Machado (Fátima do Sul).

Já PP, PV, PSL, PHS e Psol tem apenas um candidato com patrimônio declarado acima de R$ 1 milhão. A lista é formada por Alcides Bernal (Campo Grande), Marcelo Bluma (Campo Grande), Cristiane Godoy (Caracol), Mário Xavier (Nova Andradina) e João Alfredo (Ribas do Rio Pardo), respectivamente.

A consulta foi feita no sistema de divulgação de candidatura entre os dias 19 e 20 de agosto. Os candidatos podem alterar dados e em alguns casos aparece que a lista não foi divulgada.

De acordo com o advogado André Borges, que é ex-juiz eleitoral, a declaração de bens é obrigatória, mas o valor não precisa ser atualizado.

* texto editado às 8h00 de 21/08 para acréscimo de informações

 

Candidatos intensificam agenda no 1º fim de semana com campanha liberada
Os candidatos a prefeito de Campo Grande intensificam a agenda no primeiro fim de semana com propaganda liberada. Candidata da coligação Juntos por C...
No começo da campanha, candidatos priorizam reuniões em empresas e bairros
Os cinco candidatos a prefeito de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande, iniciam nesta quinta-feira (18) o terceiro dia da campanha eleitoral, qu...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions