A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

20/06/2015 08:55

Comissão retoma depoimentos nesta semana com o secretário da FUNESP o Madrugada

Juliana Brum
A comissão retoma os depoimentos nesta semana ( Foto - Divulgação)A comissão retoma os depoimentos nesta semana ( Foto - Divulgação)

CPI das Contas Públicas retoma os depoimentos nesta próxima segunda-feira (22) às 14h na Câmara com o diretor-presidente da Fundação Municipal de Esporte (Funesp), José Eduardo Amancio da Mota, o Madrugada.

Já na quarta-feira (24) quem presta esclarecimentos é a diretora-presidente do Instituto Municipal Previdência de Campo Grande (IMPCG), Lilliam Maria Maksoud Gonçalves às 14h.

A Comissão tem como objetivo investigar se o aumento de 40,34% na folha de pessoal da Prefeitura ocorreu por aumentos salariais praticados pelas gestões anteriores ou devido à nomeação de comissionados por parte do atual prefeito Gilmar Olarte e a escolha destas próximas oitivas foram porque são pastas diretamente ligadas as áreas de saúde e educação.

Além disso, vai investigar quanto da receita de folha de pessoal é destinada aos comissionados nomeados durante a gestão do prefeito, bem como se estão efetivamente trabalhando e se os recursos destinados ao pagamento destes estão atingindo sua finalidade.

Por fim, saber se houve realmente redução na arrecadação do município, principalmente com relação ao ICMS, IPTU, ISS.

Durante o recesso da Câmara Municipal o presidente da CPI, vereador Eduardo Romero (PTdoB) afirma que a CPI não irá parar. "Continuaremos trabalhando na CPI mesmo durante o recesso" destacou Romero.

A comissão já ouviu os secretários de saúde Jamal Salem; Administração, Wilson do Prado; o diretor-presidente da Funsat, Cícero Ávila, interino de educação Wilson do Prado. Não está descartada a possibilidade de reconvocação, caso os integrantes da CPI encontrem necessidade de mais esclarecimentos, bem como solicitação de mais documentos.

Criada no dia 5 de maio, a CPI tem como presidente Eduardo Romero (PT do B), vice-presidente Paulo Pedra (PDT), relator Airton Saraiva (DEM) e como membros Vanderlei Cabeludo (PMDB) e Thaís Helena (PT). Até o momento, mais de 200 mil páginas de documentos passam por análise.

Assembleia recebe prestação de contas e fará limpeza de pauta antes do recesso
A última semana de trabalho do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul em 2017 será aberta com a audiência pública para prestação de contas do govern...
Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions