A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

03/12/2013 08:00

CPI da Homex ouve hoje representantes de sindicatos e defesa civil

Kleber Clajus

A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Homex realiza ouve hoje depoimentos com sindicatos e Defesa Civil para dar prosseguimento às investigações sobre a atuação da empresa mexicana em Campo Grande. O encontro ocorre às 15h, no Plenário Edroim Reverdito, na Câmara Municipal.

Foram convidados representantes do Sinduscon (Sindicato da Indústria Construção do MS), Sintracom (Sindicato dos Trab. nas Ind. da Construção e do Mobiliário de Campo Grande), da Defesa Civil municipal e estadual.

Para o presidente da Comissão, vereador Alceu Bueno (PSL), a partir desta semana a intenção é ouvir ao menos dois depoimentos até o período de recesso parlamentar, que tem início no dia 20 de dezembro.

A CPI ainda aguarda o envio de documentos da Caixa Econômica Federal sobre repasse do financiamento de imóveis da Homex, o valor real de cada apartamento e como a financiadora pretende terminar 272 unidades e corrigir erros em outras 428 com cerca de R$ 3 milhões que reteve da construtora.

O prazo para entrega do relatório final da CPI foi prorrogado em outubro, para o dia 6 de fevereiro.

Falha na entrega - Das três mil casas que a Homex se propôs a construir na Capital, a empresa vendeu 700, das quais não entregou 272. O calote da construtora chega a R$ 24 milhões e os processos contra a mexicana começaram a surgir em 2012 e 2013.

Em regra, grande parte das unidades entregues apresentam infiltrações, rachaduras e desníveis no piso. Em alguns casos, até mesmo banheiros entupidos foram entregues, ainda que fora do prazo.

Ainda de acordo com Alceu, “a situação dos moradores não mudou nada e no caso do esgoto que apresentava problemas há uma solução paliativa com a utilização de um limpa fossa que encaminha os dejetos a rede coletora da Águas Guariroba”.

CPI da Homex aguarda documentos da Caixa para prosseguir com depoimentos
Os vereadores da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Homex aguardam apenas o envio dos contratos entre mutuários e a Caixa Econômica Federal p...
Caixa não sabe explicar porque aprovou subsídio a imóveis da Homex
O gerente regional da Caixa Econômica Federal, Ubiratan Rebouças Chaves, não soube explicar porque o banco entrou como financiador dos imóveis do emp...
Tribunal marca julgamento da apelação de Lula para janeiro de 2018
O Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, marcou para 24 de janeiro de 2018 o julgamento da apelação do ex-presidente ...


E o que a CPI, diz sobre o calote dados nos colaboradores, que ainda n"ao receberam suas rescisões, assim como eu.
 
ronaldo salles de souza em 03/12/2013 09:03:32
pode contar que tem dedo de politico nessa barbaridade, alguem esta ganhando para aceitar uma empresa irresponsável desta
 
angelica mranda em 03/12/2013 08:09:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions