A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

24/05/2016 09:40

CPI dos Combustíveis apura denúncias de preços abaixo do mercado na Capital

Leonardo Rocha
CPI apura denúncias de práticas irregulares na Capital (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)CPI apura denúncias de práticas irregulares na Capital (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)

A CPI dos Combustíveis apura denúncias da prática de "dumping" na Capital. Isto ocorre quando uma empresa coloca preços abaixo do mercado, apenas para prejudicar ou falir a concorrência. Donos de postos (gasolina) e até o Sinpetro (Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniência de MS) citaram esta ação na cidade.

De acordo com o presidente da CPI, o deputado Beto Pereira (PSDB), esta prática nociva ao mercado foi citada mais de uma vez durante os depoimentos, mas não foram repassados provas ou maiores elementos. "Foi levantada a questão, porém ninguém quis se aprofundar, apesar da nossa insistência".

Como não foi repassado uma situação mais concreta, com nome de empresas e preços abaixo do mercado, o deputado diz que caberá a CPI fazer a apuração, levantar mais informações. "Vamos fazer o nosso papel que é investigar e tentar saber se existe esta irregularidade, para embasar a denúncia".

O empresário Nilton Braz Giraldelli, dono de dois postos em Campo Grande, denunciou a situação, dizendo que se tratava de uma "concorrência predatória" e que prejudicava muitos os postos menores, que acabavam "quebrando" e saindo do mercado. No entanto disse que não tinha provas para apresentar a CPI.

O presidente do Sinpetro-MS, Edemir Jardim, disse que se preocupa com postos (combustíveis) que vendem bem abaixo do mercado em Campo Grande, mas que o sindicato não poderia fazer nada a respeito, pois não tem poder para interferir em valores, ou fazer auditoria e fiscalização.

Nesta terça-feira (24), a CPI dos Combustíveis vai ouvir o gerente da Unidade Distribuidora da Petrobras em Campo Grande, Marcos Antônio Barbosa e o gerente da filial da Distribuidora Simarelli em Campo Grande, Luís Antônio da Silva, justamente para apurar eventuais irregularidade neste processo. A previsão é que os trabalhos sejam concluídos no mês de junho.

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...


Preço abaixo de mercado? Nobres Deputados vcs devem esta de brincadeira com o povo sul-mato-grossense.
 
Beto em 24/05/2016 12:58:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions