A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

24/05/2016 09:40

CPI dos Combustíveis apura denúncias de preços abaixo do mercado na Capital

Leonardo Rocha
CPI apura denúncias de práticas irregulares na Capital (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)CPI apura denúncias de práticas irregulares na Capital (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)

A CPI dos Combustíveis apura denúncias da prática de "dumping" na Capital. Isto ocorre quando uma empresa coloca preços abaixo do mercado, apenas para prejudicar ou falir a concorrência. Donos de postos (gasolina) e até o Sinpetro (Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniência de MS) citaram esta ação na cidade.

De acordo com o presidente da CPI, o deputado Beto Pereira (PSDB), esta prática nociva ao mercado foi citada mais de uma vez durante os depoimentos, mas não foram repassados provas ou maiores elementos. "Foi levantada a questão, porém ninguém quis se aprofundar, apesar da nossa insistência".

Como não foi repassado uma situação mais concreta, com nome de empresas e preços abaixo do mercado, o deputado diz que caberá a CPI fazer a apuração, levantar mais informações. "Vamos fazer o nosso papel que é investigar e tentar saber se existe esta irregularidade, para embasar a denúncia".

O empresário Nilton Braz Giraldelli, dono de dois postos em Campo Grande, denunciou a situação, dizendo que se tratava de uma "concorrência predatória" e que prejudicava muitos os postos menores, que acabavam "quebrando" e saindo do mercado. No entanto disse que não tinha provas para apresentar a CPI.

O presidente do Sinpetro-MS, Edemir Jardim, disse que se preocupa com postos (combustíveis) que vendem bem abaixo do mercado em Campo Grande, mas que o sindicato não poderia fazer nada a respeito, pois não tem poder para interferir em valores, ou fazer auditoria e fiscalização.

Nesta terça-feira (24), a CPI dos Combustíveis vai ouvir o gerente da Unidade Distribuidora da Petrobras em Campo Grande, Marcos Antônio Barbosa e o gerente da filial da Distribuidora Simarelli em Campo Grande, Luís Antônio da Silva, justamente para apurar eventuais irregularidade neste processo. A previsão é que os trabalhos sejam concluídos no mês de junho.



Preço abaixo de mercado? Nobres Deputados vcs devem esta de brincadeira com o povo sul-mato-grossense.
 
Beto em 24/05/2016 12:58:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions