A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

08/08/2013 18:05

De olho em 28 municípios, Delcídio inicia agenda de pré-campanha eleitoral

Zemil Rocha
Não vou fazer visita de médico, garante Delcídio, antes de por o pé na estrada (Foto: Arquivo)"Não vou fazer visita de médico", garante Delcídio, antes de por o pé na estrada (Foto: Arquivo)

O senador Delcídio do Amaral (PT) começa neste final de semana uma “agenda forte”, como ele mesmo define, em Mato Grosso do Sul, que inclui visita a cerca de 28 municípios até o final do ano. Pré-candidato ao governo do Estado, Delcídio garante que não se trata propriamente de “campanha eleitoral”, mas admite que na peregrinação também estará fazendo articulações e buscando apoio para a disputa de 2014.

A “agenda forte” de Delcídio acontece no final de semana que antecede o lançamento de um grande pacote de obras pelo governador André Puccinelli (PMDB), batizado de “MS Forte”. O Governo do Estado vai lançar o 3º Programa MS Forte no dia 15 de agosto. Nesta nova edição, a projeção indica investimentos de R$ 1,2 bilhão.

“Nós estamos começando uma agenda forte entre interior e Campo Grande. Faremos reuniões administrativas com prefeitos e vereadores; vamos lançar obras, discutir novos investimentos nos municípios; e também aproveitaremos para conversar com PT, preparando aí essas eleições internas do partido”, informou Delcídio. “Daremos uma mexida grande até o final do ano”, acrescentou.

Alternando viagens pelo interior do Estado e ações em Campo Grande, o senador dará sequência a uma agenda que começou neste começo de 2013. “No primeiro semestre já tínhamos percorrido 33 municípios e agora vamos continuar nesses 28. Alguns eu vou repetir porque são as cidades-polo e essas a gente repete até pelo que elas representam”, disse.

Em relação ao primeiro semestre, segundo Delcídio, a diferença é que as visitas de agora serão muito mais demoradas em cada município. “Não será visita de médico”, garantiu ele. Indagado sobre as obras que serão lançadas ou anunciadas, Delcídio disse que ainda não tinha um valor fechado. “Mas são valor significativos, que variam de R$ 500 mil a R$ 5 milhões por município”, contou.

Saindo na frente – Dentre os grandes partidos de Mato Grosso do Sul que terão candidato a governador em 2014, o senador Delcídio do Amaral sai na frente ao anunciar essa espécie de pré-campanha eleitoral. Evita, porém, falar nestes termos. “Essa prática eu já adoto há muito tempo, de percorrer os municípios no final do ano”, declarou o petista. “Agora que a gente avançou bastante na liberação de recursos, aguardando definição do governo federal, como a gente pavimentou bem esse caminho agora vamos dar conseqüência”, explicou.

Admitiu, porém, que o fato de ser pré-candidato a governador e a proximidade do ano eleitoral, 2014, torna especial essa agenda do segundo semestre. “Nunca escondi que sou pré-candidato. Vou cumprir uma agenda que estou acostumado, mas uma agenda que sem dúvida nenhuma não posso dissociar da candidatura ao governo. Seria cínico, eu dizer eu estou separando uma coisa da outra”, afirmou o senador.

Cenário do ano que vem – O senador Delcídio do Amaral considera que hoje pelo menos três nomes aparecem com mais evidência no cenário para as eleições do ano que vem: o dele próprio, do secretário estadual de Articulação com os Municípios, Nelsinho Trad (PMDB), e do deputado federal Reinaldo Azambuja.

“Eu acho que seria temerário fazer qualquer previsão, mas a realidade hoje posta é de que o PMDB terá candidatura, que é a do Nelsinho, e eventualmente a do PSDB, do Reinaldo, isso é natural”, analisou Delcídio.

 

 



Vamos nessa Reinaldo,opção importantissima a nós Sul Matogrossenses.
" Brasil e MS acima de tudo" " Pensa MS"
 
cilimar jose cazelli em 08/08/2013 19:54:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions