A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 24 de Abril de 2018

28/01/2009 15:10

Defesa pede liberdade provisória para ex-secretário

Redação

O advogado do ex-secretário de Turismo e Meio Ambiente de Porto Murtinho entrou com um pedido de liberdade provisória junto à Justiça Eleitoral hoje.

Deodival Joyci Quil foi preso por falso testemunho, durante depoimento prestado no processo que investiga crime eleitoral em 2008.

O prefeito Nelson Cintra havia dito hoje que o motivo real da prisão era falta de pagamento de pensão alimentícia.

De acordo com o advogado, Aluisio Ferreira Alves, existe realmente processo para pagamento de pensão pelo ex-secretário, mas a prisão nada tem a ver com esse assunto.

Deodival foi um dos coordenadores da campanha de Cintra. A coligação opositora, com o petista Heitor Miranda candidato, acusou o concorrente de transporte ilegal de eleitores.

O prefeito teria fretado ônibus para transportar eleitores de Campo Grande a Porto Murtinho. Cheques assinados pelo ex-secretário foram anexados como prova, mas durante o depoimento dele ontem, Deodival se negou a responder perguntas feitas pelo juiz e acabou preso.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions