A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

04/03/2015 15:21

Depois da proposta de Moka, Senado vai debater reivindicação dos caminhoneiros

Profissionais reivindicam redução do preço do óleo diesel ou aumento do frete

Juliene Katayama
Requerimento de Moka foi aprovado pela Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (Foto: Divulgação)Requerimento de Moka foi aprovado pela Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (Foto: Divulgação)

Diante da paralisação de caminhoneiros no País para reivindicar o preço dos combustíveis, o Senado vai debater a causa do protesto na próxima semana. A proposta do senador Waldemir Moka (PMDB) foi aprovada nesta quarta-feira (4) pela CRA (Comissão de Agricultura e Reforma Agrária).

O peemedebista propôs a realização de uma audiência pública para discutir as causas do movimento e os reflexos da paralisação. O requerimento também teve apoio dos senadores Blairo Maggi (PR-MT) e Ronaldo Caiado (DEM-GO).

Na avaliação de Moka, o setor não suportou ao último aumento do preço do diesel e outros derivados do petróleo, encarecendo mais o frete. “Aliado a esse fator, os motoristas enfrentam o alto custo do pedágio e a falta de infraestrutura de transporte, com estradas precárias e filas nos portos”, pontuou.

O objetivo da audiência pública é colocar, na mesma mesa, representantes do governo, dos caminhoneiros e senadores. “É importante que se busque uma alternativa para melhorar a renda do transportador”, afirmou Moka.

A presidente da CRA, a senadora Ana Amélia (PP-RS), defende o retorno dos debates sobre temas de interesses nacionais, com reuniões em vários Estados. “O que está certo é que a primeira tarefa da comissão neste ano é discutir a questão dos caminhoneiros”, finalizou a senadora.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions