A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

25/08/2013 09:49

Depois de adiar reuniões, CPI irá ouvir Adalberto Siufi e novo diretor do HU

Leonardo Rocha
Adalberto Siufi será ouvido pela CPI da Assembleia nesta semana (Foto: Cleber Gellio)Adalberto Siufi será ouvido pela CPI da Assembleia nesta semana (Foto: Cleber Gellio)

Após adiar as reuniões por motivo de incompatibilidade de agenda, a CPI da Saúde da Assembleia irá ouvir o ex-diretor do Hospital do Câncer, Adalberto Siufi e o atual gestor do Hospital Universitário, Cláudio Wanderley Saab, nesta semana. A reunião está marcada para próxima quinta-feira, a partir das 14h, na Casa de Leis.

Os dois depoentes já haviam sido convocados pela comissão parlamentar, no entanto, alegaram motivos pessoais e profissionais para adiarem o encontro. Siufi que já compareceu a CPI da Saúde da Câmara, estava com viajem marcada ára fora do país e não pôde comparecer em reunião no início de agosto.

Esta sua saída foi inclusive contestada pela CPI da Câmara, porém a justiça liberou o médico para ir aos Estados Unidos. “Vamos ouvi-lo para que repasse informações importantes sobre o Hospital do Câncer e todas estas denúncias que apareceram nos últimos tempos”, destacou Amarildo Cruz (PT), presidente da CPI da Assembleia.

Já Cláudio Saab deveria ser ouvido na ultima quinta-feira, 23 de agosto, no entanto enviou documentação pedindo o adiamento do encontro. Alguns dias atrás ele havia declarado que estaria em viagem pelas cidades de Goiânia e Brasília. Amarildo ponderou que em seu comunicado não havia justificativa.

Polêmica - O atual diretor do Hospital Universitário havia afirmado que sua participação na CPI não iria acrescentar muito ao trabalho, já que ele está há pouco tempo na função. O presidente da comissão respondeu que os integrantes da CPI é que decidiriam se ele pode ou não ajudar nos trabalhos. “Queremos saber quais foram as mudanças feitas no HU nesta nova gestão e se os contratos firmados pelo antecessor foram revisados”, ressaltou Amarildo.

Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...
Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions