A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

07/11/2013 13:01

Deputado do MT irá a Defurv listar carros roubados e apreendidos na Bolívia

Leonardo Rocha
Deputado Emanuel Pinheiro está em Campo Grande para listar carros apreendidos do Mato Grosso (Foto: Divulgação)Deputado Emanuel Pinheiro está em Campo Grande para listar carros apreendidos do Mato Grosso (Foto: Divulgação)

O deputado estadual do Mato Grosso, Emanuel Pinheiro, está em Campo Grande para listar e buscar informações sobre os carros roubados que foram apreendidos na Bolívia e estão no pátio da Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos). Ele irá fazer a visita “in loco” no local, às 14h, e depois se reunir com a delegada Maria de Lurdes Cano.

“O governo brasileiro resolveu enviar os carros recuperados para Campo Grande com o intuito de facilitar a devolução aos outros Estados, 55 carros são do Mato Grosso, mas temos que ter a relação dos automóveis para localizarmos os donos e depois ajudar no transporte”, destacou Pinheiro.

O deputado fez questão de vir pessoalmente a Defurv, pois acompanhou o processo desde o início e sempre é cobrado pelas autoridades sobre o envio dos carros ao Mato Grosso.

“Além dos locais, recebo ligações de todo país, perguntando como fazem para recuperar seus automóveis, vamos localizar os donos, pois se trata de prejuízo a população”, apontou.

Lei revogada – O deputado Rinaldo Modesto (PSDB), que irá acompanhar Pinheiro na visita a Defurv, destacou que em 2011 o presidente da Bolívia, Evo Morales, reeditou uma lei de 1993 que regularizava carros roubados que estavam em território do seu país.

“Entramos em contato com vários deputados do país, se reunimos em comissão no Congresso Nacional e esta lei foi revogada na Bolívia, depois conseguimos recuperar 370 carros brasileiros que haviam sido roubados”, destacou ele.

Rinaldo explicou que esta ação em conjunta em todo país visou combater um “clima” de caos nos Estados que fazem fronteira com a Bolívia que teriam o número de crimes aumentados em função da lei.

“Enquanto alguns trabalham em cooperação para diminuir a criminalidade, existem outros que agem na contramão, mas conseguimos reverter e estes carros devolvidos mostram que nosso esforço não foi em vão”, afirmou ele.

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions