A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

31/03/2016 13:48

Deputado se despede da Assembleia e reitera compromisso com a Sejusp

José Carlos Barbosa se licencia do mandato para assumir cargo no governo do Estado

Mayara Bueno e Leonardo Rocha
Deputado se despede de colegas da Assembleia. (Foto: Roberto Higa e Victor Chileno/ALMS)Deputado se despede de colegas da Assembleia. (Foto: Roberto Higa e Victor Chileno/ALMS)

Com a ida para o governo confirmada, o deputado estadual José Carlos Barbosa (PSB) se despediu oficialmente dos colegas da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. Nesta quinta-feira (31), o parlamentar pediu licença do mandato e discursou na tribuna da casa de leis.

Em tom de despedida, Barbosinha, que assumirá a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), disse que como secretário buscará atuar com o gestor da mesma forma que agiu na Sanesul, empresa que presidiu anteriormente e na qual os “índices de gerenciamento melhoraram”.

Barbosinha recebeu o convite para a pasta do governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), depois de uma decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) impedindo membros do Ministério Público de ocupar cargos no Poder Executivo, a exemplo do que ocorre em MS, já que atual secretário Silvio Maluf é procurador de Justiça, e, por isso, precisava deixar o cargo.

O deputado ainda afirmou buscar com o governo mais recursos para a pasta de Justiça e Segurança Pública para “mais investimentos” na área. Também estuda pedir a inclusão da segurança na apresentação de emendas parlamentares. Em sua despedida, os colegas deputados o homenagearam, assim como os funcionários de seu gabinete, com a entrega de uma estátua do cavaleiro guaicuru.

Para os parlamentares, a Assembleia perde, mas o governo ganha com a entrada de Barbosinha. A posse de Barbosinha na Sejusp ocorrerá na sexta-feira (1º), às 8 horas, na Governadoria. 

Comissões – O parlamentar ocupava a presidência da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), principal comissão do legislativo, e também a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) dos Combustíveis. Ambas precisaram ser modificadas. Segundo Barbosinha, agora a CCJ será presidida pelo deputado Lídio Lopes (PEN), que ocupava a vice-presidência do colegiado. Depois, os membros vão decidir o novo deputado que integrará a comissão.

Em relação a CPI, o colegiado que investiga a disparidade de preços dos combustíveis em MS, a presidência será decidida depois que o suplente entrar oficialmente no grupo. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions