A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

08/09/2015 14:21

Deputado vai discutir detalhes da duplicação e cobrança de pedágio na BR-163

Mariana Rodrigues e Leonardo Rocha

O deputado João Grandão (PT), apresentou nesta terça-feira (8), uma indicação para convocar o diretor-presidente da CCR MSVia, Maurício Soares Negrão, e contou com o apoio dos colegas e da mesa diretora para realizar uma reunião nos próximos dias, onde será discutido detalhes da obra da duplicação da BR-163, assim como possíveis isenções no pagamento do pedágio aos veículos em que os proprietários tenham residência fixa ou atividade profissional no próprio município que possua uma praça de pedágio.

De acordo com o deputado, uma pessoa que mora em Anhanduí e trabalha em Campo Grande, por exemplo, precisa fazer esse roteiro em 22 dias por mês por um levantamento prévio de R$ 308 por mês. "Os moradores estão preocupados, os deputados querem conversar com a CCR, para ver além dos pedágios, contornos, passarelas e valores", comentou.

"O valor do pedágio hoje é 40% a mais do que havia sido divulgado anteriormente, não foi especificado como será o encontro, pode até ser uma audiência pública o que queremos é conversar sobre a obra e todas as questões que geram dúvida para a população local", diz.

Os deputados pretendem ainda fazer uma agenda com representantes da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), e depois uma audiência com o ministro dos transportes, para discutir toda a obra. "Queremos abrir possibilidades para que todos possam falar, dar as devidas explicações e se posicionar sobre a obra para depois, se for o caso, e tiver a necessidade até entrar na justiça para mudar algumas decisões", concluiu.

Outros deputados apoiaram a discussão, pois receberam de seus redutos eleitorais reclamações e dúvidas de como vai ser feita a duplicação e cobrança do pedágio.

Duplicação - As obras começaram em maio de 2014 e a conclusão é prevista para 2019. Com as nove praças de pedágio prontas, a concessionária espera apenas a liberação da ANTT para começar a cobrança, prevista para outubro.

Já foram entregues trechos entre os kms 226, 231 e 237,524, na região de Caarapó; entre os kms 578,816 e 589,585, próximo a Bandeirantes e Camapuã e entre os kms 628,485 e 647,337, em São Gabriel do Oeste.



O DEPUTADO TA QUERENDO FAMA, OU DEPOIS DE TODO O PROCESSO DE LICITAÇÃO, IMPLANTAÇÃO, CONSTRUÇÃO E AGORA QUE ELE QUER DISCUTIR O PEDÁGIO TA DE BRINCADEIRA, O POVO NÃO É MAIS ANALFABETO NÃO SENHOR, E NÃO ESQUECE DE VER TAMBÉM QUANTO DE INVESTIMENTO VAI PARA OS MUNICÍPIOS CORTADO POR ESSA COBRANÇA. OU É IGUAL ILUMINAÇÃO PÚBLICA QUE SÓ PAGAMOS E NEM SABEMOS PARA ONDE VAI, E FAÇA A SOMA QUE O MONTANTE NÃO É POUCO NÃO. O SENHOR SABE RESPONDER?
 
Luiz Carlos Santos Messias em 08/09/2015 17:14:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions