ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  22    CAMPO GRANDE 24º

Política

Deputados aprovam projeto que proíbe ligação de telemarketing automatizada

Texto atende diretrizes da Política Nacional das Relações de Consumo

Por Fernanda Palheta | 18/04/2024 13:47
Deputados estaduais em plenário durante sessão ordinária da Alems nesta quinta-feira (18) (Foto: Alems/ Divulgação)
Deputados estaduais em plenário durante sessão ordinária da Alems nesta quinta-feira (18) (Foto: Alems/ Divulgação)

Foi aprovado, em segunda discussão, na sessão ordinária desta quinta-feira (19) da Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), o Projeto de Lei 307/2023, que proíbe oferta de produtos por ligação automatizada. A proposta apresentada pelo deputado Pedro Pedrossian Neto tem o objetivo de proteger o consumidor.

"Nós, consumidores, não aguentamos mais o verdadeiro bullying que é feito pelas empresas na tentativa de nos oferecer e vender um produto. Essa medida é para proibir a oferta de produtos e serviço via programas, robôs, bots e qualquer software em Mato Grosso do Sul”, destacou.

Segundo a proposta, o descumprimento da medida implicará em nulidade do serviço aderido ou produto vendido ao consumidor por este tipo de ligação telefônica. Ao vedar a utilização de tecnologia automatizada para a oferta de serviços não solicitados pelo consumidor, o texto atenderá às diretrizes elencadas na Política Nacional das Relações de Consumo, que objetiva o atendimento das necessidades dos consumidores.

Assembleia ainda aprovou na sessão de hoje o Projeto de Lei 273/2023, de autoria do deputado estadual Junior Mochi (MDB), que visa instituir ao município de Nioaque o cognome de Vale dos Dinossauros.

“É uma solicitação da Câmara Municipal de Nioaque e tem o intuito e fundamento principal no potencial turístico e no valor histórico e científico que esse título pode trazer a cidade de Nioaque, que guarda rastros fossilizados de dinossauros”, detalhou.

Outro projeto do emedebista aprovado foi o PL 30/2024, que institui o Dia da Defensora e do Defensor Público no Estado de Mato Grosso do Sul, a ser comemorado, anualmente, no dia 19 de maio.

"Essa matéria foi proposta em razão da própria Defensoria Pública, em reconhecimento e valorização dessa categoria tão importante na distribuição da justiça aos menos favorecidos de Mato Grosso do Sul”, concluiu Mochi.

Já em primeira discussão, foi aprovado o Projeto de Lei 63/2024, do TCE (Tribunal de Contas do Estado). A proposta revoga o artigo 7º da Lei 4.853, de 27 de abril de 2016, e acrescenta os artigos 19-D e 19-E na Lei 3.877, de 31 de março de 2010, que dispõe sobre a consolidação do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração do Quadro de Pessoal do TCE-MS.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias