A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

29/11/2012 12:50

Deputados cobram ação da Câmara contra inspeção veicular

Paula Vitorino
Deputados Paulo Corrêa e Pedro Kemp cobraram ações contra licitação de Inspeção veicular. (Foto: Assessoria)Deputados Paulo Corrêa e Pedro Kemp cobraram ações contra licitação de Inspeção veicular. (Foto: Assessoria)

Deputados ocuparam a tribuna da Assembleia Legislativa nesta quinta-feira (29) para denunciar irregularidades no processo de licitação de inspeção veicular em Campo Grande e cobrar providências da Câmara dos Vereadores e da sociedade civil organizada.

“Faltam 20 dias para iniciar a escolha das empresas e eu não vi nenhum vereador ou representante da sociedade se manifestar contrário. Estou aqui cobrando o presidente da Câmara, Paulo Siufi, e a sociedade civil. Cadê a OAB, Famasul, Fiems”, disse o vereador Paulo Corrêa, citando alguns nomes de representantes de grupos da sociedade.

O edital de licitação foi aberto no último dia 19 para definir a empresa que será responsável pelo serviço de inspeção veicular pelos próximos 20 anos. As empresas interessadas em participar do processo têm até o dia 19 de dezembro para apresentar as propostas.

Como o processo diz respeito ao município, não cabe aos deputados estaduais iniciar processo de investigação, já que este seria de competência primeira da Câmara.

O deputado diz se tratar de um “roubo” a instalação do serviço na Capital. “É cobrar 10% do salário mínimo do cidadão para um serviço que deveria ser feito gratuitamente pela Prefeitura”, diz.

Decreto da Prefeitura estipula o valor de R$ 67 para a inspeção de cada veículo. O deputado defende que o serviço seja feito pela Prefeitura, contratando apenas funcionários, mas sem terceirizar a atividade.

Com o edital em mãos, o deputado ressaltou o lucro que empresa vencedora deverá ter ao longo dos 20 anos: R$ 503 milhões, ou seja, R$ 25 milhões por ano. Para concorrer a empresa deve ter um caixa mínimo de R$ 10 milhões para oferecer como outorga à Prefeitura.

Outro ponto levantado é o fato da licitação ser lançada há cerca de um mês da troca de mandato. “Isso é uma vergonha, um absurdo. No final de sua gestão o Nelsinho resolve lanças licitações milionárias que vão deixar os próximos administradores presos”, disse o deputado Pedro Kemp.

Ele também afirmou que irá conversar com o futuro prefeito, Alcides Bernal (PP), para alertar sobre a licitação e pedir que sejam tomadas providências imediatas. “Ele tem que tomar providências pra que não herde só problemas”, disse.

Inspeção - A empresa vencedora do processo será responsável pela inspeção ambiental de emissões de gases e de ruído emitidos por veículos em uso, registrados em Campo Grande.

O edital ainda prevê que a empresa seja responsável pelo projeto, implantação e operação dos Centros de Inspeções.

O valor da taxa do serviço passa a ter validade a partir de 1º de janeiro de 2013, mas só começa a ser cobrado quando o serviço estiver funcionando, o que deve acontecer ainda no primeiro semestre do próximo ano.



Pra começo de conversa, nem deveria ser obrigatória a inspeção em Campo Grande porque de acordo com a lei, só é obrigatória em cidades que possuem mais de 3 milhões de VEÍCULOS!

Por que ninguém se atentou pra esse fato? Sou totalmente contra essa inspeção aqui. Se de fato vier a ocorrer, eu transfiro meu carro pra alguma cidade do interior sem dó! Não sou trouxa!
 
Vinicius Hack em 01/12/2012 23:00:19
Querer a inspeção veicular de graça também é querer demais (pois os equipamentos tem custo alto), mas concordo com os deputados que a proposta é oneroso demais para o cidadão.
Copiaram o pessimo modelo de São Paulo, enquanto deveriam olhar como é implantado em paises como Holanda e Alemanha. La, com bastante regras para evitar fraudes, são oficinas credenciadas que podem fazer a inspeção. Fica mais flexivel e agil para o cidadão (que geralmente tem como fazer a inspeção junto com a manutenção anual, e em horario comercial, não horario de serviço publico), mais barato para os donos dos veiculos, aumenta o emprego com carteira assinada em oficinas e fica com melhor qualidade de serviço.
 
Marcos da Silva em 29/11/2012 14:14:43
Alguem de tomar conta disso, é um absurdo...!!!!
 
Claudomiro Alves em 29/11/2012 13:25:15
Absurdooooo isso... mais um dinheiro tirado do trabalhador....vergonhoso hein!!!
 
RENATA ENEDITH em 29/11/2012 13:16:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions